Por que temos dificuldade em nos comprometer?

Por que temos dificuldade em nos comprometer?

Pegando uma experiência recente como pano de fundo, quero articular contigo as imposições construídas no espírito deste tempo que nos direcionam às prioridades – palavra para nosso gancho. Porque elas (as prioridades) nos fazem categorizar e classificar o que queremos, sentimos, objetivamos. Não há erros, até aí. Mas como saber se estou priorizando certo? Ou: como saber se aquilo que nos comprometemos é o correto para nossa vida, nesse período específico? O que realmente desejo?

Um projeto que deveria ser apresentado no final do março, precisou ser inteiramente reformulado porque membros do grupo não executaram o que haviam se comprometido em janeiro por “possuírem outras prioridades”. Falta de profissionalismo? E o que é ser profissional, afinal? Lembre-se que sua falha sempre irá contagiar e afetar os que lhe rodeiam.

Deixo este link como adendo para reflexão. Um recorte da palestra “A vida que vale a apena ser vivida em tempos líquidos”, por Leandro Karnal.

A respeito do projeto citado, à beira de um fracasso, onde poderia dar tudo errado, veio a reinvenção. Foi preciso improvisar para gerar. A vida é um fenômeno estético em meio à um gesto artístico, pois é cheia de forma, cores, símbolos, sentidos e elementos. Todo ser humano é naturalmente um criador, porque ele vê e foca. Ele é o protagonista. Constrói e desconstrói. O que é diferente neste contexto é a disponibilidade do ser criador para tal. O quanto cada um toma para si o processo criativo da responsabilidade e coragem.

Rompa a fronteira da inércia, do cansaço, da infelicidade e execute o que, de fato, lhe dá prazer. Assim, quem sabe, o comprometimento será íntegro e de valor, resultando em um produto final coerente e verdadeiro.

Desloque-se para reencontrar-se. Assuma o protagonismo. Seja sincero consigo mesmo.

0

Arthur Barbosa

Essa coisa de definir coisas... Escritor, professor, colunista e curioso. Produzindo o terceiro e-book. Licenciando em Filosofia, com foco nas artes e comportamento. Não vive sem séries - e dramas. Melancólico e péssimo de cozinha. O 2º livro #AConstrucaoDoOlhar PDF free aqui ó: bit.ly/aconstrucao | Vídeos sobre os livros em youtube.com/user/arthiebarbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *