fbpx

5 tendências do marketing digital que vão morrer em 2017

5 tendências do marketing digital que vão morrer em 2017

Todos os anos, as tendências e aspirações em torno do marketing digital se renovam. Mas para isso, muitas outras práticas vão sendo deixadas para trás. O site Mashable reuniu 5 tópicos que já foram tendência, mas devem morrer ainda nesse ano.

Vamos conferir?

  • Twitter

Muitos podem dizer que ainda é cedo para se despedir do Twitter, mas os dados mostram o contrário. Com o crescimento de outras redes sociais – com destaque para Instagram e Pinterest -, o número de pessoas que compartilha informação no Twitter só cai. Sua utilização está 27,3% abaixo das outras redes e, embora tenha feito mudanças no último ano, será muito difícil conseguir novos usuários.

  • Grandes banners em anúncio

 Já foi comum acessar um site e ver grandes banners por todo lado, distraindo o usuário do seu real propósito. Felizmente, essa prática está desaparecendo na medida em que os profissionais de marketing concentram suas ações em outras ferramentas, como anúncios em feed – uma forma de anúncio pago em que a experiência do usuário é mais natural mesmo com a inserção da “publicidade”. Esse tipo de estratégia tem mostrado resultados, com 53% mais chances de gerar leads. Essa mudança é, em grande parte, relacionada com o alto uso de dispositivos móveis, em que o clique em banner é baixíssimo.

  • Imagens de banco

Sejamos sinceros, está todo mundo saturado de imagens de banco. Depois de tanto tempo convivendo com parecidíssimas produções fotográficas, não é difícil reconhecer mais uma no meio do nosso feed de notícias, revistas e outros materiais. Além de soar desinteressante, o uso tira a autenticidade da marca, qualidade indispensável nos dias de hoje. Imagens personalizadas não só chamam mais a atenção, como melhoram o desempenho do conteúdo, aumentando o número de likes, shares e cliques.

  • Reviews falsos

Antes de fechar uma compra online, 70% dos americanos checam os reviews. Esse alto poder de influência de comentários atraiu uma indústria que passou a ganhar dinheiro produzindo esse tipo de “produto”.  Agora, algumas empresas já se posicionaram contra esse tipo de conduta e, além disso, os consumidores estão mais atentos.

  • Pop-ups

Em agosto de 2016, o Google anunciou que penalizaria os sites que utilizassem pop-ups irritantes. Eles funcionam? Pode até ser, mas o Google tem dados suficientes para mostrar que os usuários não gostam desse tipo de intervenção. Logo, a experiência e satisfação do usuário vêm em primeiro lugar.

O que você acha dessas constatações? Algumas delas ainda fazem parte do seu plano de marketing?

0

Redação

Escrito com carinho pela redação do Ideia de Marketintg :) sugira uma pauta em redacao@ideiademarketing.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *