fbpx

Cocriação na era digital: o que temos para compartilhar?

Cocriação na era digital: o que temos para compartilhar?

Nos últimos anos, as relações estabelecidas na sociedade se modificaram de forma considerável.  O acesso à internet fez surgir um novo tipo de comunicação entre as pessoas. A relação entre emissor e receptor se diluiu.  A era digital democratizou o acesso à informação, que foi ainda mais intensificado pelo uso das redes sociais.

No âmbito organizacional, nota-se que a relação entre consumidor e empresa também passou por transformações. No que diz respeito ao marketing, novas abordagens estão sendo feitas na tentativa de atingir o mercado-alvo e se diferenciar da concorrência.  Mais do que investir em tecnologias de ponta, a aposta da vez tem sido o trabalho em equipe.

Isso mesmo. Numa sociedade conectada, você já parou para pensar, o quanto cada um de nós pode contribuir para alcançar um objetivo?  Mais do que vender um produto ou serviço, o marketing busca hoje, dar algum sentido para aquilo que ele oferece ao cliente. Quando falamos em cocriação, podemos entender o conceito, como sendo uma estratégia colaborativa que procura envolver empresa, clientes, fornecedores, etc., para desenvolver ou solucionar algo.

Em 2010, durante a HSM Expomanagement, um dos maiores eventos de gestão da América Latina, Philip Kotler já alertava para a necessidade das empresas de estarem mais próximas dos seus clientes. Segundo ele, os consumidores iriam ajudar a criar novos produtos e a elaborar as estratégias de marketing. De fato, ele estava certo.

A capacidade de diálogo das pessoas ganhou muito mais espaço devido à internet. São perfis diferentes, de regiões diferentes, de culturas diferentes, que estão dispostos a opinar e a deixar suas considerações na rede.  Nesse sentido, nota-se que todo esse processo de engajamento das pessoas, contribui para a reconstrução do conceito de trabalho.

Cocriar significa estar aberto para novas percepções, para o compartilhamento de ideias e para o aprendizado em conjunto. Para que esse processo se estabeleça, as empresas precisam criar ambientes propícios, equipes multidisciplinares e, principalmente, estabelecer uma relação direta com os clientes.

O ambiente on-line nos reserva muitas surpresas. A cada dia, surge algo novo a ser estudado. Por isso, antes de nos colocarmos na posição de profissionais, é preciso, nos colocarmos na posição de pessoas, de internautas. Afinal, o que buscamos na grande rede? O que temos a oferecer? O processo cocriativo é adaptável. Não existe certo e errado. Mas, temos que ter o senso de saber o que é relevante, o que realmente vale a pena compartilhar.

A grande inovação da era digital, sem dúvidas, são as pessoas. O segredo é saber coordenar as ideias de cada um, com o conhecimento técnico referente a cada área de atuação. É necessário inspirar para poder transformar!

0

Raiza Halfeld

Mineira de Juiz de Fora, movida a desafios. Gosta de aprender coisas novas e trocar experiências, pois enxerga a educação como um processo contínuo. É graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UFJF, e atualmente cursa MBA em Marketing pela UNOPAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *