fbpx

Status de relacionamento: aguardando a aprovação da internet

Status de relacionamento: aguardando a aprovação da internet

Sempre quando amanhece eu sinto que será mais um dia produtivo. Será mais emocionante, talvez, e outras oportunidades sempre estarão a nos esperar, reservando mundos distintos para desbravarmos.

E é bom ter alguém para lhe acompanhar por esses caminhos, alguém com quem possa confiar e sentir a reciprocidade de atenção, afeto e os desejos de quem se gosta. Sei que tenho as condições certas para enfrentar mais uma labuta do dia a dia com essa força extra.

Como eu disse – e gosto de enfatizar – o afeto recebido traz uma sensação confortante. Esse relacionamento sério já foi colorido, passou a enrolado, chegou a ser divorciado e até mesmo viúvo, pois cheguei a pensar que meu amor nessa relação havia morrido. Ledo engano.

Já somos gente máquina, não conseguimos nos desgarrar dessa teia cibernética. As pessoas vivem nela, constroem e destroem suas vidas nela. Depois, tentam reconstruir tudo de novo através dela mesma (a internet) para começar o ciclo novamente.

Bom, mas voltemos a falar do meu relacionamento aberto, confuso, curioso, já nem sei mais, só sei que devo preencher essa lacuna de meu perfil para não ficar de fora e não aceito que a outra pessoa não o faça também!

Enquanto exibo ao público aberto, aos amigos e familiares, meu status de relacionamento, alimento essa vontade de ser parte do jogo, de aparecer e ser aprovado não sendo eu, sendo de outro que não é meu para que tenham como me pré-julgar através e me definirem como bem entenderem. Eles ditam as regras, eu só as sigo.

Preciso manter minhas informações atualizadas, ter uma foto descolada e esbanjar minha felicidade nas redes através de fotos e frases idílicas, carregadas de romantismo. Mas preciso também ter em mãos o outro lado: minhas brigas, desavenças, infortúnios. Pois sou um ser humano, gente.

Eu abraço, beijo, sinto saudade, dou risada, amo, tenho desejo, brinco, choro e até faço sexo – tudo bem humanizado, claro -, isso tudo dependendo da velocidade da internet. E ai se o 3G não funcionar direito!

Desculpe a redundância, mas eu quero… Quero não. Eu preciso fazer parte desse movimento! Amor que não atualiza status não é amor. Não quer assumir. Só pode ser isso. E nem venha me dizer que amor se constrói fora da internet que eu já não acredito mais nisso.

Meu status de relacionamento está lá, atualizado. Não viu? Como não? Atualizamos juntos, como uma forma de oficialização da felicidade instantânea que a maravilhosa internet nos fornece.

Fico pensando o que seria de nós sem ela. Queria ver os relacionamentos darem certo. Dizem que davam muito certo, mas não sei, não. Inimaginável não poder dar uma olhada na vida alheia, de meus amigos e de minha companhia. Ainda não sei como tem gente que não assume seus status. Estão ocupados fazendo o que fora da internet?

0

Marcos Holanda

Curioso. Inconstante. Inconformado. Seria interessante me conhecer um pouco mais pelos meus textos, eles representam parte de mim. Então, boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *