fbpx

Sua ideia (ainda) não vale nada

Sua ideia (ainda) não vale nada

Na era da informação, além da inovação, o ‘timing’ certo faz toda diferença. Quando se fala em velocidade, informação e inovação, não podemos deixar de lembrar dos processos para construção de produtos e serviços. Produto bom é produto lançado! Aquela velha máxima de: “Não posso contar minha ideia, se não alguém vai roubar”, deve ser abandonada o quanto antes, pois, “duas cabeças pensam melhor que uma”.

Na concepção de produtos, pesquisas, testes e validações, são muito importantes e devem sempre ser feitas, mas, sua ideia não vale nada se não for lançada! Com a explosão das startups e aplicativos, a validação de modelos, seja com o Business Model CanvasMVP ( Minimum Viable Product ) e metodologias ágeis ficaram cada vez mais comuns no dia-a-dia das empresas. E a velocidade é muito importante em todas. A evolução e aprendizado do produto vem juntamente com a experiência de uso. Nenhum produto nasce perfeito, e a melhor evolução é justamente feita com o feedback dos usuários.

lean_diagram

A perda do “timing” pode render prejuízos enormes. Um caso claro foi o lançamento do Office para iOS nessa semana. Por mais que existem milhares de usuários acostumados a usar o serviço, a era Pós-PC tem mudado a forma como consumimos e produzimos conteúdo. O iOS já está no mercado desde 2007 e o Android 2008, e a falta do Office para ele, abriu espaço para serviços alternativos. 

Seguindo a mesma linha, no mercado de sistemas operacionais para smartphones, iOS e Android não tiveram concorrência por um bom tempo. Ambas as plataformas tiveram um amadurecimento espetacular, e  WindowsPhone, Firefox OS que chegaram bem depois, mesmo com os esforços nas campanhas de publicidade e parcerias, ainda não caíram na graça dos usuários.

Uma frase que deixa muito claro o que falamos acima e fala sobre velocidade e escolha das funções/serviços é a seguinte:

 Algumas pessoas acham que foco significa dizer sim para a coisa em que você irá se focar. Mas não é nada disso. Significa dizer não às centenas de outras boas ideias que existem. Você precisa selecionar cuidadosamente”. Steve Jobs

E você, quando vai colocar sua ideia em prática?

0

Arthur Castro

Respira Mobile e inovação. Sempre conectado com algum iGadget, é exemplo vivo dessa geração "alguma letra". Além de escrever aqui e em outros blogs, é palestrante e passa os dias criando apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *