fbpx

O impacto do design thinking na estratégia de branding aplicado em social media – Parte II: Sobre Social Media

O impacto do design thinking na estratégia de branding aplicado em social media – Parte II: Sobre Social Media

Vivemos, nos dias atuais, profundas modificações nas formas sociais com a emergência das novas formas de comunicação.

A internet torna-se um meio de expressão e organização para manifestações, impactam a mídia e atuam sobre instituições e organizações repercutindo sob a opinião pública.

Redes constituem a nova morfologia social de nossas sociedades, e a difusão da lógica de redes modifica de forma substancial a operação e os resultados dos processos produtivos e experiências, poder e cultura.

Quando falamos de marcas e consumidores, as plataformas de mídias sociais se posicionam como um importante canal de comunicação, formando uma rede de relacionamento direto entre estes.

social-mediaEm tempos de convergência digital, é preciso ser relevante, interagir, tornar a experiência do usuário enriquecida, de maneira a criar repercussão e aumentar o poder de influência sobre os contatos de uma rede.

A web 2.0, permitiu o surgimento das mídias sociais na internet, o planejamento de uma campanha nestas mídias, e alguns conceitos envolvendo o estudo dos padrões de influência em mídias sociais.

No mundo contextualmente relevante de hoje, o público deve ser capaz de reconhecer a sua marca, independentemente de onde, quando e como ele aparece. E nesse mundo, cada indivíduo é também uma entidade de mídia, sendo seus consumidores basicamente donos de sua marca.

Marcas mantém seu poder na atual evolução do ecossistema de mídia social e indiferente do dispositivo de consumo ou de informação, eles fornecem uma comunicação clara e segura. É importante ter claro que, para a sua linha de fundo e o real objetivo da sua marca,  as associações fortes, positivas que seus clientes e prospects possuem dela são o que importa.

Com a constante enxurrada de informações que a publicidade tradicional expõe aos consumidores nos dias atuais, o buzz marketing se tornou essencial no processo de influenciação da compra. Uma indicação feita por um influenciador tem grande peso em sua rede de contatos, e por esta razão, há muitos estudos sobre as formas mais eficazes de desencadear esse processo de propagação espontânea por parte de usuários influenciadores. Incentivos (emocionais, financeiros, de visibilidade) podem ser utilizados para estimular este processo, sempre partindo de um planejamento minucioso que irá detectar quais são as necessidades de divulgação da marca. Entretanto, ainda existe o desafio de saber quem são esses influenciadores, quais os usuários em sua rede de contatos que possuem maior poder de influência e propagação, e quais deles estão dispostos a passarem adiante a mensagem positiva sobre a marca.

Enquanto muitas plataformas de mídia social são livres para estabelecer uma presença, outras exigem um fluxo contínuo de novos conteúdos. A importância desse tipo de ferramenta de comunicação alinhada a um budget é essencial, proporcionando diferenciação.

Social media requer o apoio de outros aspectos do seu mix de marketing e ajuda a prolongar o seu marketing convencional. É importante estabelecer uma lista de elementos, verificando onde seus canais de mídias sociais requer suporte, bem como onde estes podem ajudar a expandir seu alcance de marketing. Dessa forma, sua estratégia no ambiente de mídias sociais podem se beneficiar do uso de publicidade direcionada, que é altamente segmentado e produzir resultados surpreendentes.

Leia a primeira parte da série: O impacto do design thinking na estratégia de branding aplicado em social media – Parte I (Branding)

0

Marcella Gielfi

Entusiasta da gestão do conhecimento, CAPM e White Belt, atua com foco em gestão de equipes e projetos digitais, integrados e multi-plataformas, além de consultorias na área e curadoria de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *