fbpx

Retromarketing: seus bons momentos de ontem, ferramentas das marcas de hoje

Retromarketing: seus bons momentos de ontem, ferramentas das marcas de hoje

Lembranças de momentos felizes. Uma recordação de relacionamentos passados e marcantes. Saudade de uma época que não volta mais… Mas, em alguns casos, essas lembranças podem vir a eclodir em nossas memórias nos dias de hoje. Há momentos de nossos automáticos dias que simplesmente nos vêm à tona envolventes reminiscências que não fazemos ideia do porquê deste acontecimento, mas sempre lhe atribuímos sua real consequência a algum fato, objeto ou significância, como, por exemplo, dizer que o refrigerante Itubaína tem gosto de infância. Este é um exemplo particular meu e não quer dizer que o tal refrigerante é o meu favorito, mas tenho certeza que você também possui algum elemento reminiscente na sua vida.

É natural do ser humano guardar ou procurar certos objetos que, peculiarmente a cada um transporte em si uma lembrança importante. E memória é uma das coisas mais importantes que temos. Na nossa memória, guardamos as pessoas de quem gostamos. Na memória, carregamos nossas bagagens culturais e experiências de vida. Na memória, trazemos a construção de nosso ser.

E como se esquecer dessa capacidade tão importante de guardar e resgatar momentos e despertar sentimentos? A nostalgia possui um grande valor, e as marcas parecem estar atentas a esse fato.

O que vemos nos dias atuais? Muito – mas muitos mesmo – rótulos, embalagens e campanhas onde, de algum modo, esteja presente oretromarketing retromarketing, utilizando-se do estilo retrô. Creio eu que o retrô nunca esteve tão na moda. Realmente essa coisa de retrô possui a sua beleza e elegância, mas não é só isso, os elementos subliminares que carregam e que são responsáveis pelo avivar da nostalgia de nosso inconsciente.

Será falta de criatividade das marcas que apelam ao passado? As marcas não têm nada de novo para nos oferecer? Ou será que o velho é o novo atual? Poderá ser ainda que, tais marcas tiveram o feeling para perceber que as pessoas estão cansadas desse bombardeio de mensagens que agridem a nossa inteligência.

De qualquer modo, é sempre bom resgatar aquele bom momento e se pegar sorrindo com suas lembranças, seja tomando um refrigerante, seja lendo um livro, ou ouvindo um jingle clássico da propaganda. Afinal, as marcas estão reavivando os nossos cristalizados momentos nostálgicos.


Marcos-Holanda

 

0

Marcos Holanda

Curioso. Inconstante. Inconformado. Seria interessante me conhecer um pouco mais pelos meus textos, eles representam parte de mim. Então, boa leitura!

9 comentários sobre “Retromarketing: seus bons momentos de ontem, ferramentas das marcas de hoje

  1. Acho que poderiam ter trazido exemplos para facilitar a identificação dessa situação retrô na comunicação das marcas atualmente.

    0

    [Reply]

    Marcos Holanda Reply:

    Poxa, Larissa, verdade. Creio que eu tenha me esquecido de anexar alguns exemplos visuais, justamente para esta identificação, como você mesma disse. Falha minha.
    Mas só para citar aqui, pois a sua carência pode ser – e com certeza – a de muitos outros, não sei se você se lembra das geladeiras e frigobares da Brastemp nos modelos retrô. Elas são coloridas e remetem ao passado (anos 50), porém são de produção recente, muito recente.
    Há também a própria Itubaína. Não posso postar uma imagem aqui, mas, assim que você tiver um tempinho na sua jornada de leitura por aqui, dê uma pesquisada sobre a “atual” embalagem dela.

    Obrigado pelo feedback, Larissa. :D

    Beijo!

    0

    [Reply]

  2. Cara, muito legal o artigo, ao meu ver o retro deve ser utilizado principalmente para atingir o publico pela suas emoções, lembrar da vida boa e tranquila da infância, fazer com que o publico pare com a rotina corrida e lembre de relaxar e curtir os bons momentos que já existiram uma vez.

    0

    [Reply]

    Marcos Holanda Reply:

    Exatamente isso, Bruno.
    Relembrar como a vida foi – e pode ser – boa é uma das características do Retromarketing. É uma nostálgica estratégia, eu diria. Muito proveitosa, por sinal.

    0

    [Reply]

  3. Muito bom o artigo. Quero fazer meu tcc sobre Retromarketing,anos 80 e a cultura de fãs… Só que ainda preciso focar mais, pois quero falar de tudo e não encontro meu objetivo geral. :(

    0

    [Reply]

    Marcos Holanda Reply:

    Obrigado, Renata. :)
    Bom, sei como é isso. É um tema, digamos, não tão abordado comparado a outros temas. Mas tente estudar cases clássicos e atuais (ler, assistir e ouvir os mais diversos conteúdos das épocas), analisar e fazer comparações… Você irá notar muitas semelhanças, divergências e até resgates.

    Por fim, acho interessante, você apresentar uma análise crítica sobre todo esse conteúdo na perspectiva de algumas áreas como, por exemplo, Psicologia, Sociologia, entre outras que trabalham com o comportamento social (talvez você já tenha pensado nisso, eu sei).

    Imagine o quão significativo é um trabalho que aborde um único tema de maneira eclética, ou seja, sobre a ótica de áreas tão importantes da comunicação.

    Bom, me coloquei no seu lugar e seria este um caminho por mim a ser ‘desbravado’.

    Lembrando que, não há muitos conteúdos sobre o tema Retromarketing, e você estaria ajudando a disseminar esse assunto com um novo olhar.

    Boa sorte nos estudos, Renata! Espero ver seu excelente trabalho agregando mais conteúdo pelo campo da informação.

    :)

    0

    [Reply]

    João neto Reply:

    Marcos Holanda e Renata Almeida, gostaria muito de entrar com contato com vocês por e-mail para discutir rapidamente sobre materiais que falam exatamente sobre Retromarketing. Estou fazendo meu tcc sobre Fotonovelas, e uso o Retromarketing para justificar a produção desse material nos dias atuais.

    Seria de muita ajuda qualquer material sobre esse tema pra colaborar nas pesquisas do meu projeto, visto que é ainda hoje muito difícil encontrar material que fale sobre esse tema.

    desde já agradeço imensamente pela compreensão e espero retorno. Deixo meu e-mail abaixo:

    joaonetoassis.91@gmail.com

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *