fbpx

Ética Profissional – O mundo é mau e as pessoas são ruins?

Ética Profissional – O mundo é mau e as pessoas são ruins?

O que lhe vem à cabeça ao pensar em Platão junto a um Ornitorrinco? E se eles estivessem em algum bar bebendo ajudaria? Falo aqui sobre uma das brilhantes “piadas” que o livro intitulado “Platão e um Ornitorrinco entram num bar” traz para nos explicar a filosofia, com um incrível senso de humor.

“Depois de participar de uma conferência sobre ética profissional, quatro psiquiatras saíram juntos. Um disse:

– Sabe, as pessoas sempre nos procuram com suas culpas e medos, mas nós não temos ninguém para procurar com nossos problemas. Então, por que não tiramos um tempinho agora para ouvir um ao outro?

Os outros três concordaram. O primeiro psiquiatra confessou:

– Eu tenho um desejo quase incontrolável de matar meus pacientes.

O segundo psiquiatra disse:

– Sempre que posso, encontro um jeito de enganar meus pacientes no tocante a dinheiro.

O Terceiro prosseguiu:

– Eu estou envolvido com o tráfico de drogas e muitas vezes faço meus pacientes venderem para mim.

O quarto psiquiatra então confessou:

– Pois sabem, por mais que eu tente, não consigo guardar segredos.”

eticaComentei no início que o livro nos traria a explicação da filosofia com senso de humor, e neste caso específico estamos falando sobre ética profissional, tema muito discutido no campo da filosofia. Sigmund Freud afirmou que o comportamento humano é determinado por impulsos biológicos inconscientes e não por belas distinções filosóficas racionais. Assim, segundo sua afirmação, tomamos atitudes impensadas e, consequentemente, atitudes que nos beneficiam, pois são raras as exceções de pessoas que tendem a se auto prejudicar.

Em nosso dia a dia dentro das empresas, seja onde temos nossa mesa de trabalho, seja em visita a clientes e fornecedores, nos deparamos com provas de integridade ética constante. O relacionamento interpessoal e as transações comerciais exigem que tenhamos o discernimento de garantir uma boa negociação para ambas as partes.

É realmente assim que acontece? Percebemos com clareza esta troca de ganhos no mercado? Ao participar de um curso sobre inovação no último final de semana, me deparo com a frase de um professor, que por sinal era fantástico em seu conhecimento sobre o tema abordado no curso, afirmando que o mundo é mau e as pessoas são ruins. De onde surge a motivação para acordar todos os dias para ir trabalhar, se tratarmos como verdadeira a frase do meu professor? Continuemos agindo com padrões éticos mesmo assim?

A minha resposta é sim! Ética profissional nos dá credibilidade no mercado, nos dá vida longa e paz de espírito. Sempre me empenhei para que as relações comerciais partissem da premissa ganha-ganha, mas a partir de agora meus esforços serão ainda maiores, não podemos acreditar que ao confiar em alguém o desapontamento será um fato concreto. Profissionais enraizados ou jovens inexperientes, a razão não está com vocês, ela está no diálogo e somente a partir dele poderemos construir algo melhor e maior.

Qual a sua motivação? No que você acredita?

Marcus-Tonin

0

Marcus Tonin

Sócio da Candoo Comunicação e Branding e Consultor de Marketing pelo Sebrae. Apaixonado pela comunicação, que ainda acredita que esta deva ser realizada pelas pessoas, e não por seus meios.

3 comentários sobre “Ética Profissional – O mundo é mau e as pessoas são ruins?

  1. Conversando com um colega de trabalho sobre ética, eu disse a ele: “Pessoas como eu e você morreremos pobres!”

    A princípio não fui compreendido, como não devo esta sendo compreendido agora, mas vou explicar. Não que eu não tenha ambição e nem veja um futuro promissor para mim. Me vejo bem sucedido, feliz e levando uma vida boa, mas rico não me vejo. Pode ser descrença minha, mas a minha experiência de vida me diz, que trabalhando da forma 100% correta, não se fica rico. Discutir ética é algo complicado. Cada um defenderá a sua. Quando digo 100% correta, não abro margem para: “Há, mas isso não tem problema!” ou “O mercado é assim. Não dá para ser santo.”

    0

    [Reply]

  2. Concordo com o que autor diz que manter uma postura ética te dá credibilidade quanto aos clientes. Em qualquer ramo há tanto clientes como profissionais que procuram um “jeitinho”, e você manter uma postura que não dê margens a furos não só mina estas práticas, como deixa claro a postura errada de uma outra pessoa.

    0

    [Reply]

  3. A grandeza da ética é que ela está aquém da lei. Muitos atos alicerçados na lei são extramamente anti-éticos. A ética é antes de tudo uma questão moral. Uma questão de não fazer ao próximo o que não queremos que façam a nós.

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *