fbpx

Como sua empresa trata os possíveis futuros clientes internos?

Como sua empresa trata os possíveis futuros clientes internos?

O que você entende da frase “devemos cuidar dos nossos possíveis futuros clientes”? Sabemos, desde sempre, que existem clientes em potencial que, muitas vezes, passam despercebidos pela incansável busca de novos consumidores da nossa marca. Sabendo disso, as empresas começaram (ou deveriam começar) a prestar mais atenção na forma com que se comunicam, que se relacionam e olham para esse público, que um dia pode ser o grande disseminador de suas marcas. E quando falamos em possíveis futuros clientes internos, as empresas têm esse mesmo cuidado e atenção?

Por experiências próprias (no plural) e as que posso notar em meu círculo de amizades, digo com propriedade que quando se trata do cliente interno, infelizmente as empresas desligam o botão ‘humanizar’ e acionam o botão ‘superiorizar’. Grande parte das organizações faz questão de demonstrar superioridade e descaso para com o possível futuro cliente interno a troco de nada.

entrevista-de-empregoQuantas vezes você foi a uma entrevista de emprego, repleto de expectativas, energia, vontade de vestir a camisa e arregaçar as mangas e não recebeu um mínimo feedback, seja positivo ou negativo? Quantas vezes o recrutador disse que iria te ligar no dia seguinte para lhe informar o resultado do processo seletivo, te deixou de guarda ao lado do telefone e…nada!? E o clássico atraso no dia da entrevista? Cansei de ver candidatos chegando com antecedência para a entrevista e serem atendidos pelo recrutador horas depois. De nada adianta pregar para seus clientes que respeito faz parte de seus valores, quando suas atitudes correspondem com as citadas à cima.

O cliente interno deve ser tratado tão bem quanto o cliente externo, assim como os prospects. Sua marca deve ser bem vista e bem trabalhada tanto dentro quanto fora das paredes empresariais. O primeiro passo para humanizar o mercado é tratar pessoas como pessoas e não apenas como recursos de trabalho. Pessoas são compostas por sonhos, expectativas, vontade, garra e essência. Quando sua empresa age de maneira arrogante, diminuindo o candidato que se ofereceu a trabalhar por ela, certamente está perdendo a credibilidade com um consumidor e está contribuindo para a continuação de um mercado robotizado e desumano.

Você pode me dizer que o seu RH não dá o devido suporte para os prospects internos porque lhe falta tempo, a demanda de trabalho interno com os já colaboradores é alta, e que às vezes, investir tempo em alguém que não se encaixa no seu quadro de funcionários é perda de tempo. Se você pensa assim, preciso te dizer que você está fazendo isso errado. Uma empresa só funciona através de pessoas, esforço humano. Se hoje seu candidato à cliente interno (ou até mesmo externo) não se encaixa no perfil ideal, não significa que ele não possa contribuir (ou manchar a marca) de alguma forma. Os prospects são pessoas como você e possuem as mesmas ferramentas de comunicação que você e os amantes da sua marca possuem. Um tratamento decente, com o mínimo de respeito e consideração pode gerar bônus para sua imagem, principalmente nos dias de hoje que tudo é facilmente divulgado nas redes sociais. Mas lembre-se que o contrário também funciona.

Como você gostaria que sua marca fosse reconhecida? Como uma marca arrogante e desrespeitosa ou como uma marca próxima e humana? Não condicione sua marca para a esquizofrenia. Faça com que as atitudes direcionadas ao público externo sejam igualmente aplicadas para o público interno. Clientes, sejam internos ou externos, antes de tudo, são pessoas e, pessoas não devem ser tratadas como recursos de lucro e sim como parceiras de crescimento.

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

mariana_mel

0

Mariana Melissa

Graduada em Marketing e Gestão de Recursos Humanos, é apaixonada pela arte da escrita e pelas relações pessoais. Já trabalhou com comunicação interna, redação e marketing. Atualmente é Gerente de Projetos na agência Target Mais e está a frente dos projetos internos do Ideia de Marketing atuando como gestora de pessoas e conteúdo. marianamelissa.s@gmail.com

Um comentário em “Como sua empresa trata os possíveis futuros clientes internos?

  1. Perfeito, Mariana!

    Vejo tantas ações evoluindo de como vender um produto ou serviço, fortalecer a marca, empresas lucrando, aparecendo entre as melhores do seu segmento e tudo mais, agora quando falo com um de seus funcionários a história muda, a percepção é diferente e o descontentamento se torna característico e similar entre eles.

    Acho que tem muita empresa grande investindo forte na fachada de sua casa e esquecendo de olhar para quem está dentro e faz a diferença.

    Abordagem excelente, espero que em um futuro próximo ocorra uma mudança deste cenário.

    Abraços!

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *