fbpx

Não sei o que fazer! – A tão temida tomada de decisão para o inicio da carreira

Não sei o que fazer! – A tão temida tomada de decisão para o inicio da carreira

É sempre assim. Jovens confusos, no auge dos seus 17, 18 anos sendo pressionados a decidir “definitivamente” o rumo de suas vidas profissionais. Aqueles que ainda não se decidiram, talvez comecem algo para não “perder tempo” ou não nutrir aquela sensação de estar para trás. Em época de vestibular é assim mesmo. Vemos que, nem sempre, as escolas oferecem o devido apoio para os estudantes no momento da escolha profissional e, estes por sua vez, ficam perdidos sem saber o que fazer.

Com o gigante crescimento da influência da internet na vida das pessoas, podemos observar sites que entenderam a importância desse momento na vida de milhares de jovens e focaram em maneiras de fazer parte dessa fase decisória dos novos ingressantes do mercado de trabalho. O projeto “Não sei o que fazer” é um deles.

O “Não sei o que fazer” é um portal desenvolvido para ajudar o jovem de ensino médio, aquele cheio de dúvidas, a descobrir qual curso e faculdade escolher após o término da escola. Quem já passou por essa fase sabe muito bem que, esse momento é recheado de dúvidas, de transições e cobranças e, pensando nisso, o portal surgiu com a premissa de descomplicar essa fase.

Através de uma linguagem jovem, o “Não sei o que fazer” tem como objetivo conversar com seu público de um jeito diferente, usando uma linguagem familiar para eles, menos sisuda e mais dinâmica.

bannerentral3

Não sou tão jovem assim, mas ainda não sei o que fazer!

Calma! Você não está sozinho.

Pensando não somente no perfil citado no inicio do texto, o portal também auxilia pessoas já graduadas na escolha de cursos de especialização, cursos técnicos e até mesmo cursos livres. A ideia é ajudar quem também quer se aperfeiçoar nos estudos, e isso acontece em qualquer fase da vida. Pode ser um curso de guitarra para crianças ou pré-adolescentes, como também um curso de pães e doces para aposentados.

O que chamou nossa atenção nessa iniciativa é que, o portal não funciona somente como um guia com resumos de algumas profissões e classificados por estrelas. A intenção é mostrar que um estudante de uma instituição privada de sua própria cidade pode ser tão bom quanto estudantes de instituições públicas, afinal, quem faz o bom profissional não é a universidade e sim o próprio aluno e, assim, o site mostra a ele (depois de escolhido um curso) quais as opções mais próximas de sua casa.

O portal está sempre se atualizando, tanto nas opções de curso, como também em textos do blog, bem como dicas de estudo, além das entrevistas com profissionais.

Se por algum motivo o mercado anda carente de profissionais apaixonados e realmente dedicados por seus ofícios, talvez seja o resultado de jovens despreparados e condicionados a entrar em um novo ciclo sem terem suporte para tomar tais decisões. Se é de auxilio que eles precisam, por que não estender as mãos?

Para conhecer mais a iniciativa entre no site: www.naoseioquefazer.com.br
Fan page: www.facebook.com/nsoqf e também no twitter – @naosei_oficial

 

post patrocinado

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

mariana_mel

0

Mariana Melissa

Graduada em Marketing e Gestão de Recursos Humanos, é apaixonada pela arte da escrita e pelas relações pessoais. Já trabalhou com comunicação interna, redação e marketing. Atualmente é Gerente de Projetos na agência Target Mais e está a frente dos projetos internos do Ideia de Marketing atuando como gestora de pessoas e conteúdo. marianamelissa.s@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *