fbpx

Personal Branding: o que você proporciona às pessoas?

Personal Branding: o que você proporciona às pessoas?

Somos mais uma marca no mercado e precisamos nos preocupar em obter o diferencial para sermos relevantes e ainda encontrarmos a forma de como causar impacto para sermos lembrados.

O jogador Ronaldo Nazário já passou por escândalos de repercussão internacional, de casamentos milionários e separações escandalosas a uma noitada com dois travestis em um hotel no Rio de Janeiro. Apesar disso tudo, como pode sua imagem permanecer inabalada? Como podemos esquecer tão rápido os acontecidos com o Fenômeno?

Ronaldo mantém uma imagem inspiradora mesmo após ter parado de jogar, ele certamente é considerado um Herói por todos os brasileiros, que acompanharam suas lutas, lesões e sua redenção ao conquistar a copa do mundo de 2002, da qual foi o artilheiro e na opinião de muitos o melhor jogador da competição.

Para explicar um pouco sobre a imagem que criamos sobre as marcas, sejam pessoais ou empresariais, as autoras Margaret Mark e Carol Pearson, em seu livro O Herói e O Fora da Lei, explicam os arquétipos em que as marcas se inspiram, e ao falar da Nike elas citam: “a identificação da marca Nike com o Herói tem perdurado com coerência e boa execução. A missão central da empresa é compreender e inspirar a alma do atleta. Seu slogan Just do It promove a virtude heroica da coragem de agir”. Não é por acaso que a Nike é a marca patrocinadora oficial do Ronaldo, ambos trabalharam com o arquétipo de Herói na construção de suas marcas.

Trazendo este assunto para a nossa realidade surge à pergunta: você pensa em como anda a sua marca pessoal? Diante do caos de informações em que vivemos, devemos sim parar e refletir sobre como estamos posicionados no meio deste furacão. Somos mais uma marca no mercado e precisamos nos preocupar em obter o diferencial para sermos relevantes e ainda encontrarmos a forma de como causar impacto para sermos lembrados.

No livro Personal Branding, Athur Bender diz que uma gestão eficaz de marca pessoal, que saiba controlar os sinais certos e acionar os mecanismos corretos, fará toda a diferença entre vencedores e perdedores. Para garantirmos uma boa gestão da nossa marca devemos nos preocupar com ela constantemente, observar ao nosso entorno, assimilar os feedbacks e ajustar os ponteiros no decorrer do trajeto.

Arthur ainda comenta que somos o resultado das experiências que proporcionamos, portanto pare para refletir o que você andou proporcionando às outras pessoas nos últimos meses, semanas e até mesmo nos últimos dias. Estabeleça ligações fortes com suas redes de contato e apresente-se como um parceiro do mercado, assim conseguirá ótimas trocas de experiências.

Lembre-se que neste tipo de troca a honestidade e a transparência são fundamentais, assim busque transmitir a verdade em suas informações. Ainda falando um pouco sobre o jogador Ronaldo, logo após o término de sua carreira e sabendo utilizar com maestria a sua forte marca pessoal, ele hoje é sócio de uma empresa que administra uma série de marcas pessoais, entre elas estrelas como Anderson Silva e Neymar. Realmente Ronaldo é um Herói no mundo das marcas.

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

Marcus-Tonin

0

Marcus Tonin

Sócio da Candoo Comunicação e Branding e Consultor de Marketing pelo Sebrae. Apaixonado pela comunicação, que ainda acredita que esta deva ser realizada pelas pessoas, e não por seus meios.

Um comentário em “Personal Branding: o que você proporciona às pessoas?

  1. Os fãs de Ronaldo Nazário, e quem diz isso são especialistas, vêem nele uma combinação de carisma, força, talento artístico, raça, habilidade e o principal de tudo: UM FORTE DESEJO DE COMPETIÇÃO! Em campo, Ronaldo proporcionou, em alguns momentos, o chamado FUTEBOL ARTE, redefinindo assim alguns conceitos, causando impacto em adversários, dirigentes, treinadores e mídia. Portanto, para as pessoas ao redor do mundo, Ronaldo ficou muito mais marcado positivamente pela sua carreira dentro de campo do que fora de campo. Dessa forma, para a Nike, ficou fácil trabalhar a marca Ronaldo. Por outro lado, porém, Ronaldo teve uma história repleta de falhas e fracassos na vida e, talvez, isso tenha sido um case de sucesso para a Nike trabalhar.

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *