fbpx

Aventuras de um Jovem Negociador (O início)

Aventuras de um Jovem Negociador (O início)

Pessoas correndo sem olhar para os lados, um olho no relógio e outro no próximo passo a ser dado, celulares e toques de todos os tipos ecoavam – ternos, gravatas, trânsito e prédios que meus olhos não enxergavam o fim – a selva de pedra! Sim, havia chegado a meu objetivo, a avenida mais paulista da cidade de todos, na qual miscigenação cultural transbordava pelos quatro cantos. Em pensamento olhava tudo e apenas pensava: ah, Avenida Paulista, és tão bela e poderosa, pulmão financeiro de muitos, porém coração de tão poucos.

Meu nome é Carlos Eduardo (ou apenas Cadú), sou nascido e criado no interior de São Paulo, tenho 22 anos e um sonho, ser o negociador mais hábil que esta cidade já ouviu falar.

Com uma mochila simples, a mesma que compartilhei meus cadernos ao longo de árduos quatro anos de estudo na graduação, chego a esta cidade com um desejo de fazer e acontecer fora do comum. Já era tarde quando desembarquei, ficaria na casa de uma tia na região oeste da cidade, mas resolvi por ali ficar mais um pouco e observar o entardecer consumir aquelas magníficas construções. Sentei-me em uma pequena mureta em frente a um grande Banco que imperava na esquina de outra famosa rua chamada Augusta, ao meu lado estavam jovens com violão, outros com skate e outros apenas discutindo a essência da existência do ser humano, complexo não é verdade? Isto porque eram apenas dezoito horas da tarde e o expediente se encerrava para alguns sortudos, afinal, essa cidade que seria a partir de agora minha casa, não pára!

Depois de duas horas naquele local, apenas observando o comportamento das pessoas que passavam, cheguei algumas conclusões relacionadas ao meu objetivo como negociador. Peguei algumas folhas em branco e comecei a escrever, entre frases e conceitos que se completavam, estabeleci o IMà (Imagem, Mensagem, emoçÃo), como tudo aquilo que te atrai. Vamos entender melhor?

Imagem

Significa a imagem de quem esta transmitindo a mensagem (como se percebe). Todo ato de tomar a palavra implica a construção de uma imagem de si. Para tanto, não é necessário que o locutor faça seu auto-retrato, detalhe suas qualidades nem mesmo que fale explicitamente de si. Seu estilo, suas competências linguísticas e enciclopédicas, suas crenças implícitas são suficientes para construir uma representação de sua pessoa. Assim, deliberadamente ou não, o locutor efetua em seu discurso uma apresentação de si. Que a maneira de dizer induz a uma imagem que facilita, ou mesmo condiciona a boa realização do projeto, é algo que ninguém pode ignorar sem arcar com as consequências. Sentando sobre aquela mureta mapiei a imagem de muitos para entender um pouco mais sobre como aquelas pessoas se comportavam, um pouco de valores e princípios pude observar, apenas no ato de um simples entregador de folhetos estender a mão e oferecer o seu produto há alguns que não podiam parar, ou simplesmente estender a sua mão de volta.

Mensagem

Trata-se da parte lógica / racional. Característica resultante do processo de educação formal, da preparação e da capacidade de buscar o contínuo aperfeiçoamento. Enquanto o semáforo estava fechado, pude escutar indiscretamente o bate-papo de alguns executivos, os planos sendo orquestrados para o próximo dia, a linha de raciocínio bem objetiva e com um grande propósito, eram pequenos diálogos que permeavam as funções da Mensagem. Demonstravam a uma bagagem cultural imensa e experiências fantásticas, o conhecimento era razão para o contínuo aperfeiçoamento de muitos, que por ali passavam com suas pastas, cadernos e livros.

emoçÃo

Significa a parte emocional, que comove a alma, o que inclui paciência, flexibilidade, energia pessoal e ego suficientemente qualificado para uma disposição de ficar em segundo plano e saber lidar com as diferenças. Um bom negociador precisa aprender a lidar com suas emoções e com a dos outros. Observei um grupo de jovens, aparentemente voluntários, do outro lado da avenida promovendo uma ação de integração com as pessoas que pelo local passavam, eram sorrisos e abraços que quebravam o gelo e tornavam as pessoas mais humanas. Muitos não paravam, mas para aqueles que dedicavam apenas alguns segundos do seu tempo entendiam perfeitamente o propósito daquela ação, será que aprendemos a lidar com as diferenças e teríamos coragem de ficar em segundo plano?

Percebi que o negociador deve entender primeiramente como ele quer atrair a outra parte, concentrar-se inicialmente na imagem que esta oferecendo aos outros ao seu redor e na mensagem que irá elaborar para contextualizar seu propósito. Paralelo a isto, segue a emoção, a “ordem desordenada” das razões que podem afetar direta ou indiretamente cada momento, seja ele dentro ou fora de uma negociação.

Escrevo a última linha, olho para o relógio e me assusto com o horário. Já estava na hora de ir para a casa da minha tia, despeço-me da Avenida Paulista com um até logo, na certeza que estarei ali no dia seguinte para buscar meu sonho.

Mas antes, paro rapidamente a duas quadras sentido centro da rua Augusta e encontro um bar/pizzaria bem interessante, com decoração acolhedora, ali satisfaço minha fome com um pedaço enorme de pizza de pepperoni e acalmo meu estômago que não parava de roncar, e claro, mato minha sede com uma cerveja bem gelada que refletia o verde da garrafa com a baixa luz do local.

Era realmente uma noite agradável, mas precisava descansar, a final o próximo dia seria realmente desafiador. Embarco na estação Consolação que até agora não entendi, pois tem esse nome e fica na avenida Paulista, e já a estação Paulista, fica na rua da Consolação, mas bem, isto era papo para outra reflexão, agora precisava descansar. (…)

Espero que tenha gostado deste primeiro capítulo da série “Aventuras de um Jovem Negociador”, no próximo post veremos como Cadú se comportou no seu segundo dia, falando um pouco sobre técnicas de ancoragem e também, compartilhar dos passos que este jovem avançou em busca do seu sonho. 

Grande abraço!

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL

0

Eduardo Silva

Apaixonado pela vida e suas surpresas, adora uma boa conversa. Especialista em Planejamento Comercial, é palestrante em negociação e vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *