fbpx

Qual é a Wavin’ Flag da sua marca?

Qual é a Wavin’ Flag da sua marca?

Ela se transformou em um sentimento. Esse sentimento conecta pessoas numa sensação muito bem trabalhada pela Coca: o sentimento de abrir a felicidade.

Coca-cola

O que escreverei a seguir não é uma grande novidade, mas, ainda assim, encanto-me com todas as conexões tão fortemente amarradas ao propósito da marca. Toda vez que me pego pensando nesse assunto, me pergunto qual será o próximo passo. E você, se ler esse texto até o final, duvido que não pense o mesmo daqui a pouco (se já não o faz).

Não irei tão longe. Não é preciso. E juntarei, para deixar ainda mais familiar, duas grandes paixões mundiais: o futebol e a Coca-Cola.

Dois anos atrás tivemos, na África do Sul, a Copa do Mundo da FIFA (da Fifa?). Sua “música oficial” foi apresentada ao mundo e, no evento inaugural, Shakira apresentou uma canção embalada em ritmos africanos. Essa música foi um grande sucesso no período do evento. Estamos falando de Waka Waka. Se quiserem lembrar, só clicar aqui.

Mas o que a Shakira tem a ver com futebol e com Coca-cola? Bem, ela cantou a música oficial introdutória e, a meu ver, sua ligação para por aí. A música oficial (a OFICIAL mesmo) é a do artista, até aquele momento desconhecido, K’naan.

E foi tão inspirador, tão empolgante e proporcionou um envolvimento sentimental tão profundo que de “música da Copa do Mundo” passou a ser uma bandeira para vários movimentos. O objetivo? Unir pessoas.

Aí a Coca (sempre ela) foi lá e transformou essa canção em seu hino (acho que mandou produzir antes de oficializar, na verdade) e, depois disso, vários outros artistas passaram a gravá-la. No Canadá, país do K’naan, o hit foi certificado com o disco de platina triplo. No Brasil, a versão foi gravada pelo Skank. No Haiti, serviu como tema para as vítimas do terremoto em uma grande campanha de arrecadação de fundos.

Wavin’ Flag foi longe e se tornou algo mais além do que uma simples música. Ela se transformou em um sentimento. Esse sentimento conecta pessoas numa sensação muito bem trabalhada pela Coca: o sentimento de abrir a felicidade. Seja no momento do gol durante a Copa (sim, a cada gol, mesmo sem você perceber, lá estavam os acordes mágicos traduzindo música em felicidade. Afinal, qual é o momento mais feliz do futebol?), ao ajudar vítimas de desastres, ao unir artistas que você adora, ao tocar incansavelmente no rádio num momento ruim, ao entender o que diz a letra ou, aí entra a mágica, ver um comercial na TV que aparece um pai fazendo a filha dormir ao entrar no berço junto com ela e pimba! Você está lá emocionado e, quando esse sentimento chega, há cinco notinhas associadas ao que você sentiu. Talvez não perceba de cara, mas elas estão lá. Cinco notas, maestro. Apenas cinco e você já está dentro desse universo.

E o que eu falei que gostava de fazer, mesmo? Imaginar o que vem por aí e quais serão os próximos passos.

Então, vamos lá.  Estamos dentro das Olimpíadas de Londres e todo direcionamento da Coca agora é o “Move to the beat“. Esse direcionamento é baseado nos sons dos movimentos de atletas e seus esportes. Como você pode ver no comercial a seguir da Coca, algumas partes da Wavin’ Flag continuam por lá, dando-nos a sensação já familiar de união e felicidade. E a assinatura final? Os cinco acordes, obviamente.

Agora, o que teremos na Copa do Mundo do Brasil em 2014? Sinceramente, não sei. Mas eu posso imaginar que, com a definição do tema da campanha, veremos uma continuação da gigantesca campanha da Coca-cola.

O “Abrir a felicidade” tem suas variáveis onde sua assinatura sonora está intimamente ligada a Wavin’ Flag e que, por sinal, está intimamente ligada a todos os grandes eventos da humanidade (Copa, Olimpíadas, Natal).

Estamos juntos, seja por um mundo melhor ou num só ritmo, ligados a cinco acordes que estão se tornando tão conhecidos quanto a marca gráfica da empresa.

E que venha a Copa do Mundo 2014 no Brasil, onde o tema, segundo os sites oficiais, foi uma penosa decisão que passou por um duro processo de escolha que demorou 18 meses, seis agências e 26 propostas. Será mesmo? Eu ainda acho que estavam “todos num só ritmo” e embalados por uma bandeira já conhecida. Confira na reportagem abaixo e divirta-se!

Fifa confirma “Juntos num só ritmo” como slogan oficial da Copa 2014

QUERO RECEBER NOVOS ARTIGOS POR E-MAIL 

0

Alex Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *