fbpx

Incubadoras de inovação: sua empresa tem?

Incubadoras de inovação: sua empresa tem?

Inovar não é simplesmente o insight, inovar é conceber a ideia e encontrar meios criativos de colocá-la em prática. Inovar é acreditar na capacidade e intelecto individual de cada pessoa em prol do coletivo.

Empresas arrojadas e conectadas com as características atuais, já nascem inovando e permanecem neste ciclo contínuo dado a necessidade exigida pelo mercado. A adaptabilidade, a criatividade, a ousadia, e tantos outros termos que permeiam a inovação fazem a dinâmica de qualquer negócio se regenerar diariamente, pois estamos acostumados e ficamos carentes de novidades.

Entenda novidade como algo breve que tende a durar 1, 2, ou 3 anos, com sorte um pouco mais, exemplos disso o Orkut, iPhone (que já estamos a caminho da 5ª geração). Já o novo é algo mais duradouro, que se aproxima dos 5, 10 ou 20 anos de duração, exemplos paralelos ao anterior temos a Rede Social, o Touchscreen, plataformas/conceitos que irão atravessar possivelmente décadas até a capacidade de reinventar algo novo. Sendo assim, o novo é matriz e as novidades são suas ramificações durante o processo.

Fonte da imagem: http://bit.ly/LQCKR3

Dada a competitividade atual, as empresas tradicionais dizem: Haja Inovação! O grande problema em inserir inovação é distinguir o conceito e aplica-lo de forma eficaz. Inovar não é melhoria de processo, inovar é criar um novo processo que qualifique e potencialize seus objetivos. Inovar não é simplesmente o insight, inovar é conceber a ideia e encontrar meios criativos de colocá-la em prática. Inovar é acreditar na capacidade e intelecto individual de cada pessoa em prol do coletivo.

Pensando nisso, empresas criaram em suas estruturas incubadoras para prover a inovação (as incubadoras de inovação). Funcionam como uma alternativa para aproveitar quem mais entende das rotinas e complexidade do negócio, seria como um brainstorming a partir da base da pirâmide. Dar voz a quem sempre quis falar, mas na maioria das vezes não encontrava caminhos para expor suas ideias. Paralelo a este conceito, deve-se qualificar uma equipe de gestores para avaliar o que realmente é inovador e capaz de gerar valor – seja financeiro ou não – na organização.

A comunicação é essencial no início e fator de sucesso durante o processo, desde bate-papos em equipes até palestras com consultores especializados sobre o tema, tudo plantado no começo tende a gerar frutos no futuro. De nada adianta jogar a ideia se não transparecer a importância para os colaboradores, o endomarketing funciona muito bem neste processo, pois é um recurso que aproxima e gera relacionamento entre as partes, entendendo que o maior capital da empresa é intangível pois é qualificado através de seus colaboradores.

A incubadora têm seu input desde um simples posto para sugestão de ideias via papel, até um portal via intranet com hotsite que estimule ainda mais a criatividade. A ideia concebida é brevemente descrita pelo colaborador e analisada por um grupo de gestores que baseado em critérios, por exemplo: criatividade, funcionalidade, aplicação de recursos, viabilidade, entre outros, é qualificada para seguir no processo. Muitas modelos adotam “padrinhos” a partir desta fase, ou seja, é eleito um dos gestores para em conjunto com o colaborador avançar com a ideia, buscando recursos para aprimora-la até a sua implementação, que pode ser imediata ou ficar no banco de dados da incubadora para utilizar em um momento oportuno.

A premiação. É comprovado através de pesquisas que os colaboradores ficam engajados neste tipo de projeto através do estimulo financeiro, ou seja, precisa-se remunerar para que a haja o interesse e desperte a inovação. Muitas empresas adotam a bonificação através de pontos e depois convertem em dinheiro – para cada fase em que a ideia avança é dada uma pontuação e ao final da “vida útil na incubadora” é avaliado quanto o colaborador receberá. Importante atribuir um valor representativo para que os colaboradores sintam-se motivados.

Uma alternativa interessante aos colaboradores é criar pequenos grupos para discutir ideias e criar algo mais criativo que compartilhe e habilite diversas visões, com isso, a ideia tem uma probabilidade maior de ser aprovada para as novas fases e o prêmio é dividido entre os participantes.

Por fim, deixo para vocês uma das minhas frases preferidas do homem que “inovou a inovação”:

“A inovação é o que distingue um líder dos demais” – Steve Jobs

 Compartilhe conosco suas experiências, acredite que boas ideias podem mudar o mundo!

 Um grande abraço e até a próxima!

Receber novos artigos por e-mail!

0

Eduardo Silva

Apaixonado pela vida e suas surpresas, adora uma boa conversa. Especialista em Planejamento Comercial, é palestrante em negociação e vendas.

8 comentários sobre “Incubadoras de inovação: sua empresa tem?

  1. Inovação é urgente em um país cujo crescimento da produtividade está praticamente estagnado há anos. Mas inovação não existe em todo o seu potencial sem que haja uma cultura que a estimule, na empresa como um todo. Notoriamente, inovação não se faz sem que haja tolerância ao erro, desde que este leve ao aprendizado contínuo. Deste modo, fontes de ideias são necessárias no processo, assim como também é a gestão desta inovação quando ela sai da ideia e testa sua praticabilidade e viabilidade. É uma sequência de erros e acertos que quando é bem sucedida tem uma soma altamente positiva. Quanto melhor a gestão da inovação, desde o portfolio de inovações até os caminhos para liberar o potencial de criatividade, maiores as chances de sucesso. Parabéns pelo post, incentivar a inovação é apostar em uma sociedade mais desenvolvida.

    0

    [Reply]

    Eduardo Silva Reply:

    Olá Marcelo de Sousa!
    Primeiramente, gostaria de agradecer pelo seu comentário! Concordo contigo, precisamos desenvolver e disseminar a cultura da inovação.
    O Brasil necessita avançar há passos largos para alcançar países que já tem isso no seu DNA. Acredito no potencial individual de cada brasileiro e minha motivação aumenta quando compartilho deste pensamento com pessoas igual a você, que sabem da importância da inovação.
    Parabéns pelo trabalho desenvolvido Inovaplan, nosso país precisa de profissionais que nem você para fazer a diferença!
    Grande abraço!

    0

    [Reply]

  2. Olá Eduardo Silva. Simples, educativo e importante é como posso definir o seu texto. Dentre as trilhões de paginas na internet, algumas delas nunca devemos ler, outras podemos quando temos tempo e ainda outras devemos estudar para realizar mudanças práticas em sua vida. Seu texto certamente faz parte do ultimo grupo.

    As incubadoras podem ser a diferença entre o sucesso e o fracasso para muitas startups. Saber onde encontra-las e como tirar proveito delas é fundamental para os que querem de destacar e criar soluções e serviços para clientes. Não tenho muito a acrescentar ao seu texto, pois já diz tudo que pode-se dizer sobre o assunto em tantas linhas. Muito sucesso, felicidades e leitores!

    0

    [Reply]

    Eduardo Silva Reply:

    Olá Fabio Santos!
    Fico extremamente lisonjeado com seu comentário, muitíssimo obrigado!
    A inovação nos diferencia, concordo contigo que as incubadoras podem potencializar muitas empresas. Estamos em um momento que é essencial inovar para permanecer no mercado com qualidade e credibilidade.
    Agora gostaria de parabeniza-lo pelo NUVENDIGITAL, seu trabalho é inovador e já esta virando conteúdo na minha timeline!
    Grande abraço!

    0

    [Reply]

  3. Caro Eduardo Silva,
    Gostei, e aprendi com seu texto, o que busco para uma boa reflexão , é o caso das Micro e Pequenas empresas. Essa turma trabalha entre 01 e 20 colaboradores, onde poucos fazem de tudo, as funções nao estão bem definidas, o dia é curto, e a concorrência é acirrada.
    Arrumar tempo, e Colaboradores comprometidos para momentos de reflexão , sem que o patrão olhe para um relogio, é uma tarefa quase que ” inovadora” . Hehehehe

    0

    [Reply]

    Eduardo Silva Reply:

    Olá Alexandre Wendel!
    Obrigado pelo seu comentário! Essa tarefa é realmente inovadora se pensarmos na questão da administração do tempo, digo que fazemos a famosa “operação bombeiro” apagando pequenos incêndios, porém constantemente :)
    Acredito que tudo comece com uma boa comunicação e transparência entre patrão e colaboradores, a partir do momento em que há o entendimento e comprometimento baseado em uma boa política de remuneração, as ideias tendem a fluir naturalmente. Digo sempre que a soma das partes é maior do que o todo, e juntos, faremos a diferença.
    Se me permite, utilizo a seguinte frase “ninguém entende mais sobre sua empresa do que você” e com boas parcerias obtemos o melhor! Com isso, gostaria de ressaltar o excelente trabalho proposto pela Única, parabéns!
    Grande abraço!

    0

    [Reply]

  4. Olá Eduardo! Excelente abordagem! A inovação é um processo contínuo e seu alicerce é o capital humano da empresa.Parabéns! Um abraço, semana linda!

    0

    [Reply]

    Eduardo Silva Reply:

    Olá Zélia!
    Muitíssimo obrigado! Isoladamente somos apenas uma voz, mas juntos, temos o poder de fazer ecoar a inovação!
    Grande abraço!!!

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *