fbpx

Mimbo: rede social e inovação na forma de empreender

Mimbo: rede social e inovação na forma de empreender


Muitos empreendedores acreditam que basta ter dinheiro e sorte para um negócio se destacar no mercado. Entretanto, pesquisas mostram que um dos principais desafios a serem enfrentados pelas organizações neste ano será a capacitação de seus colaboradores. E com o advento das mídias sociais, e-commerce e social commerce as empresas precisam se readaptar nesse #DARWINISMODIGITAL onde o “mais conectado e informado” é o que sobrevive. Marck Zuckerberg declarou “Se eu tivesse que adivinhar, diria que o social commerce é a próxima área a explodir de fato”. Acreditando neste conceito está sendo inaugurada neste momento (21h45 – 03/04/12) na ESPM-SP a rede social Mimbo, cujo objetivo é inovar a forma de realizar negócios na internet, pois sua idealizadora, Alessandra Saigali, advogada, empreendedora e sócio-diretora da empresa Certfica Marcas e Patentes, acredita que “O futuro dos negócios será via e-commerce”.

A rede também prega a sustentabilidade como ato de cidadania dos colaboradores e gestores das empresas cadastradas, garantindo assim um futuro mais verde ao nosso planeta – assim como, a rede também vai motivar e orientar seus usuários a buscarem certificações ecológicas. No Brasil nunca se falou tanto em empreendedorismo como no último ano e o crescimento deu-se em parte ao programa do SEBRAE, o Empreendedor Individual. Logo, a Mimbo se propõe a promover incentivos aos empreendedores informais para que busquem a formalização de seus negócios e, ao compor a rede, ampliem as oportunidades de negócios.

Uma iniciativa como a Mimbo tem como foco: o relacionamento empresarial, a integração com o mercado, a divulgação de seus produtos e serviços sem gasto algum (principalmente aos que não possuem e-commerce ou um site), acesso a conteúdo para qualificação profissional por meio de parcerias com Instituições de ensino e SEBRAE, orientação socioambiental, consciência ecológica e networking. A rede contará com sistema de gamification que possibilite créditos para gastar em publicidade ou encomendar um plantio real de mudas diretamente na natureza. E além disso, haverá geolocalização para facilitar a busca de empresas, sistema novo de banco de oportunidades, canal exclusivo para divulgação de currículos, sistema de vendas, entretenimento e educação.

Neste mercado competitivo as empresas precisam se inovar e criar parcerias para aumentar suas formas de fazer negócios. Os empreendedores sul americanos estão otimistas com o crescimento da Internet, sendo os brasileiros os que mais acreditam nesta nova forma de empreender. Na onda dos infográficos que circulam pela internet, deparei-me com os apresentados pela Intuit Small Business (veja-o aqui) sobre o cenário mundial para quem deseja abrir um negócio.  Dá para notar que, mesmo com o crescimento que o Brasil vem experimentando nestes últimos anos, ainda temos muito espaço para crescer, pois uma das principais barreiras para a expansão do empreendedorismo no Brasil continua sendo a carga tributária e a burocracia (basta comparar com outros países), e a rede, chega com a intenção de agregar para este crescimento.

0

Saulo Andrade

Um comentário em “Mimbo: rede social e inovação na forma de empreender

  1. Ótimo artigo, Saulo! E super bacana a proposta em todo o conjunto. É preciso introduzir a “cultura sustentável” nas práticas, principalmente do pequeno empresário, em muitos estados, ainda alheio a isso. Outro ponto é o incentivo à redução da informalidade que além de propiciar benefícios aos que deixam este mercado, também favorece a competitividade para os já formalizados. E claro, a carga tributária elevadíssima do nosso país já é um peso ao desenvolvimento do empresário e um forte aliado à resistência proveniente do mercado informal. Não consegui visualizar o infográfico. Abraços, parabéns pela abordagem e pelo conteúdo!

    0

    [Reply]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *