economia criativa
A comunicação e as novas formas da economia

A comunicação e as novas formas da economia

Comunicar é preciso, desenvolver uma comunicação alinhada às mudanças econômicas mundiais então é de extrema importância quando o objetivo é tocar a alma das pessoas. Dito isso, é preciso perceber que os valores almejados por consumidores nas marcas estão em transformação o tempo todo, e isso ocorre, pois os recursos naturais, os custos e os...
Bliive: saiba como a economia colaborativa pode agregar no seu crescimento profissional

Bliive: saiba como a economia colaborativa pode agregar no seu crescimento profissional

Bliive, uma rede social que permite a troca de “tempo e serviços”, sem que se pague por eles em dinheiro. A plataforma foi criada com base no modelo de economia colaborativa, afim de aproximar pessoas com interesses em comum e agregar valores à elas. Sua sede fica em Curitiba, e hoje, depois de um ano,...
Colaboração, inovação e educação empreendedora: Você conhece o novo Nex Coworking?

Colaboração, inovação e educação empreendedora: Você conhece o novo Nex Coworking?

O que significa trabalhar em um espaço de coworking para você? Já foi o tempo em que coworking era opção apenas para quem desejava cortar custos ou testar um novo empreendimento. Por que não aproveitar do espaço compartilhado para favorecer conexões, ampliar negócios e multiplicar a cultura de colaboração informal? Para o pessoal do Nex...
Como os novos formatos de consumir conhecimento podem nos ajudar?

Como os novos formatos de consumir conhecimento podem nos ajudar?

Em tempos globalizados, onde o relógio é visto como um dos grandes obstáculos da população e, a exigência por atualização profissional é cada vez mais latente, entender e utilizar a tecnologia como aliada no processo de aprendizagem e reciclagem profissional é fundamental para não deixar o tempo (ou a falta de) nos engolir. Com a...
Cinco razões para acreditarmos que a volta do movimento “faça você mesmo” é o refinamento e evolução da gambiarra

Cinco razões para acreditarmos que a volta do movimento “faça você mesmo” é o refinamento e evolução da gambiarra

Quem nunca? Quase sempre que escuto alguém fazer essa pergunta eu a completo mentalmente com uma das minhas experiências de adolescência: quem nunca fez uma gambiarra? Não me refiro à gambiarra elétrica especificamente, mas aos meus arroubos de MacGyver, quando por necessidade ou por puro tédio me lançava em uma façanha criativa para salvar o...
Economia Criativa: “Eu não penso. Imagino e faço”

Economia Criativa: “Eu não penso. Imagino e faço”

“A imaginação é mais importante que o conhecimento. O conhecimento é limitado. A imaginação envolve o mundo.” – Albert Einstein Essa afirmativa de Albert Einstein de certo modo sempre me intrigou. Quando criança, fui educado pelos meus pais e pela escola a ser o melhor, nunca errar, fracassar e desistir. E eles sempre diziam: “estude, detenha...
Inovação na educação é possível?

Inovação na educação é possível?

Educar cidadãos com capacidade de criar, questionar e inovar o sistema e o mercado talvez pudesse ser a solução de grande parte dos problemas da população e, é aí que encontramos o X da questão. As empresas estão lutando por algo inovador e correndo para sair na frente e conquistar de vez o coração dos...
Morte e vida criativa!

Morte e vida criativa!

Considerado o “país da criatividade”, o Brasil tem avançado no ranking de oposição ao título. Com um sistema governamental alienado em que prevalece o infortúnio da involução humana, eis que surgem aqueles que são capazes de romper barreiras, quebrar paradigmas e sobrelevar-se perante o fardo da retrocessão. Estes, por sua vez, possuem baixa representatividade nas...
Compartilhamento Legal

Compartilhamento Legal

Cerca de 60% do preço de capa, fica nas mãos dos distribuidores e das livrarias. Já a casa publicadora fica com 30% deste valor, e o autor 10%. No meu último post falei sobre a indústria da moda, que movimentou, em 2007, mais de 200 bilhões de dólares, o dobro do valor movimentado pelas indústrias...
O que você pode compartilhar com o mundo?

O que você pode compartilhar com o mundo?

Você se lembra das histórias que ouvia quando criança? E se lembra de quantas vezes pedia para seus pais, avós ou parentes repetirem a mesma história? Eu lembro-me bem. E recordar esses momentos é como trazer de volta uma parte bonita e doce de minha infância.