Determinadas fases da vida são explicitas e a gente não precisa de uma terceira pessoa para nos alertar, além dessas fases serem de fácil percepção elas costumam ser comuns a maioria das pessoas. Seria até desnecessário listar algumas aqui, mas apenas a caráter de exemplo, a mudança de infância para adolescência, o primeiro emprego, ou quando conseguimos o tão sonhado relacionamento amoroso.

Depois que passamos por esses momentos costumamos colocar tudo na conta do normal, mas é importante nos atentarmos que, na vida a mudança de fase é uma constante e, se ficarmos presos, pode afetar e muito nossos planos e conquistas.

Pois bem, nos acostumamos com situações adversas e por vezes sentimos falta delas!

Já esteve em um emprego que deixou de te agregar e, pelo contrário, apenas desgasta suas relações, mas que por algum motivo você fica ali?

E aquelas amizades que eram boas, mas que por algum motivo as pessoas passam a ter outras prioridades, suas conversas por vezes não tem mais serventia em determinados grupos e você passa a sentir-se um peixe fora d`água.

Por qual razão temos dificuldade em encerrar determinados ciclos das nossas vidas?

Conseguir ter clareza que uma fase terminou e encontrar coragem para colocar um ponto final e permitir-se iniciar outras é uma qualidade que falta a muitos de nós e que causa grandes impactos negativos.

É interessante pensarmos que as soluções não estão no externo, elas começam de dentro e nunca serão de imediato e substanciais, é necessário que tenhamos sensibilidade para percebermos a mudança que acontece diariamente  e ter posicionamento para reconhecer o que precisamos adequar para receber e conquistar o novo.

E diante disso não defendo que toda mudança é melhor, muito pelo contrário, as fases da vida trazem exatamente essa transição de bom e ruim que nos ensina a ter firmeza e buscar o fortalecimento nas horas das adversidades.

É aquela velha máxima: nada será bom pra sempre!

Mas podemos ser o nosso melhor sempre! Basta termos isso como  prioridade.

banner clique
The following two tabs change content below.

Tercia Duarte

Graduada em Hotelaria, especialista em Marketing e em Letramento Informacional é Professora Universitária nos Cursos de Publicidade, Administração, Hotelaria &Turismo. Possui um Blog de publicação semanal da Revista Ludovica sobre comportamento na era digital. Mãe do Fernando desde 2009.