Para quem trabalha na indústria do marketing e da comunicação e que tem suas habilidades e pensamentos colocados em jogo a favor da necessidade de uma marca, sabe que quanto mais antenados estamos e repertório temos, mais produtivos podemos ser.

Conectar-se com as informações do setor e demonstrar propriedade naquilo que se diz ajuda na formação das ideias, das defesas e dos argumentos de convencimento ao cliente. Lembre-se: do criativo ao BI, do planejamento ao atendimento, da direção de arte à redação, a todo momento, estamos vendendo algo.

Assim, diariamente, colocamos nossa reputação ao julgamento de outrem, normalmente em busca de um olhar consultivo e orientativo frente os desafios do seu negócio. Portanto, faz parte da rotina do marqueteiro e do comunicador trabalhar em prol de uma imagem que gere confiança e o ajude a ser referência em seu universo de atuação, cada um à sua maneira e com sua originalidade.

Mais do que criar uma perfumaria, vitrine ou, meramente, imagem importante, é fundamental que exista um elo fiel entre as crenças desse profissional, que precisa desenvolver sua identidade ao longo de sua carreira, e seu comportamento. Nesse sentido, formar opinião ou criar uma estratégia relevante de se comunicar com seu público de interesse – ainda mais com o auxilio das redes sociais – tornou-se um atalho importante para a criação e sustentação de uma imagem dentro de um mercado.

Um dos recursos mais importantes é a redação de artigos opinativos que, de forma sólida e consistente, expõe a opinião de determinado profissional. Como esta peça, que você lê. Entretanto, vários profissionais têm dificuldade de expor um pensamento, raciocínio ou, ainda, não tem intimidade com as palavras.

Assim, preparei algumas dicas que poderão ajudar você a dar o primeiro passo e encontrar a sua personalidade na hora de escrever seus próprios artigos.

  1. Tenha territórios, temas e assuntos de domínio, buscando estar atualizado frente a eles.
  2. Busque criar opiniões contrárias às já existentes e trabalhe para encontrar os melhores argumentos para justificá-las. Ser um inconformado pode ajudar.
  3. Habitue-se a dividir opiniões e informações com as pessoas que te cercam.
  4. Aprenda uma nova coisa por dia e ensine, divida ou compartilhe sempre seus aprendizados (pode ser um filme, uma matéria, um artigo, uma experiência – o que importa é que você deve multiplicar do seu jeito).
  5. Busque passar para o papel suas ideias e opiniões como se estivesse falando ou conversando com alguém. Isso ajudará você a encontrar a sua personalidade na hora de escrever ou gravar um vídeo.
  6. Tenha uma rotina de leituras e interpretações diversas, que ajudará você a absorver jeitos diferentes de expor uma ideia.
  7. Treine muito e divida suas produções com as pessoas próximas para um feedback construtivo, até ter confiança de compartilhá-las publicamente ou para o seu target.
  8. Não tenha medo de expor suas ideias e opiniões. Afinal, são suas. Basta ter consistência para justifica-las e defende-las frente objeções ou opiniões contrárias.

banner clique
The following two tabs change content below.

Isaac Zetune

Isaac Ramiris Zetune é jornalista, pós-graduado em marketing político e especializado em branded content. É sócio-diretor da Agência Insane e fundador da plataforma EMPREENDA.SE. (isaac@sejainsane.com.br)