Você conhece a parábola da sopa de pedras? Nela, um velho andarilho chega em um vilarejo humilde e pede um lugar para passar a noite. As pessoas evitam o contato com ele dizendo que não possuem comida suficiente para se alimentarem, logo não teriam o que dar de comer a ele também. O velho homem diz então que não está interessado em comida, só no lugar para dormir porque iria fazer uma deliciosa sopa de pedras.
Os moradores do vilarejo observam o andarilho tirar algumas pedras de um embrulho de linho e colocar em um caldeirão com água. Conforme preparava a sopa, o homem salivava e lambia os beiços, o que atiçava a curiosidade das pessoas, que já não se alimentavam bem. Um homem se aproxima e o andarilho diz que se tivesse uma cenoura a sopa ficaria fantástica, o aldeão traz e entrega a cenoura para o andarilho.
Outras pessoas se aproximam e o homem diz que uma vez colocou um pedaço de carne salgada e a sopa ficara digna de reis, e assim outro aldeão trouxe a carne. O fato foi se repetindo com cebola, couve e outros ingredientes. Com a sopa pronta, o velho dividiu com todos o conteúdo do caldeirão, alimentando assim a todos. No dia seguinte o andarilho se levantou e partiu, mas antes entregou o embrulho de linho com as pedras mágicas a um garoto e lhe contou que o segredo da sopa de pedras era a colaboração de todos.
Assim o é no mundo corporativo. Temos gestores que, assim como o líder da aldeia, estimula a cultura do cada um por si, onde o resultado acaba sendo pobre e insuficiente, às vezes sendo apenas o suficiente para alcançar o planejamento das metas do mês. Em contra partida, em algum momento surgem gestores que, como o velho andarilho, chegam para mudar a cultura dos colaboradores, fazendo-os trabalhar em equipe, para que o resultado não seja apenas o suficiente para bater as metas estabelecidas, mas para fazer com que todos consigam superar as metas e de maneira que tenham um crescimento profissional no percurso.
Fazer a gestão de uma equipe vai além de manter um ambiente estressante e uma busca insana atrás dos resultados, através de um caminho cheio de solavancos, fazendo com que muitas vezes a equipe atue apagando incêndios cada vez maiores. Tornar uma equipe em um time de alto desempenho, engajado e alinhado com as estratégias da empresa requer uma dedicação do gestor em relação aos colaboradores. O gestor precisa criar um relacionamento claro, ágil e honesto com quem trabalha e a comunicação é a sua principal ferramenta para que isso aconteça.
O alinhamento às estratégias da organização que vem com o engajamento dos colaboradores acontece quando a comunicação chega de maneira clara e com o mínimo de ruído, através de canais e linguagem adequados. Utilizando as estratégias de endomarketing planejadas, o gestor consegue realizar uma gestão de mudança de cultura, estimulando em sua equipe a desenvolver um protagonismo e uma cultura de colaboração, onde cada colaborador, assim como os aldeões, passam a perceber que a sua contribuição é fundamental para que no fim a sopa de pedras da empresa traga resultados cada vez melhores.
Por isso, é importante que paremos para refletir… como anda a nossa sopa de pedra? Tenho contribuído para que, de pouco em pouco, a sopa fique cada vez melhor, ou sou um aldeão que resolveu ficar em casa escondido para não dividir a minha parte? Nesses casos é importante que o gestor oriente seus colaboradores de que ser co-autor de algo bom é excelente e melhor do que ser o único autor de algo apenas razoável. Assim nasce uma cultura de colaboração.

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcelo Oliveira

Jornalista e entusiasta da Gestão do Conhecimento e Inovação, com uma passagem de 17 anos pela EMBRAER, onde atuei na edição de Publicações Técnicas e como focal point de inovação. Estruturei e estive a frente de um programa voltado a conectar pessoas, ajustar processos, melhorar a comunicação e aplicar uma gestão colaborativa e inovadora de equipes, ajudando a desenvolver o potencial humano, através do engajamento e da capacitação. Em paralelo, como freelancer, produzi textos para a revista Villaggio Panamby e para o site infoescola.com. Fundei a Inovadoramente Consultoria para oferecer serviços em gestão de equipes e comunicação. Também sou conteudista no Ideia de Marketing e na Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento, além de professor de Pós-Graduação na ESPM, dentro do Centro de Inovação e Criatividade.