Trabalhar o Endomarketing para promover uma gestão de mudanças pode trazer bons benefícios à organização. A gestão de mudanças alinha o mindset dos colaboradores à estratégias da empresa, potencializando a ativação de campanhas de engajamento. Outra percepção que esta mudança de mindset traz está relacionada ao comportamento dos colaboradores. Pensamento nisso, separei alguns que impactam diretamente nos resultados e entregas de uma empresa.

Protagonismo e propósito dos colaboradores

A mudança de mindset faz com o colaborador enxergue a sua atividade de uma maneira diferente. Ele percebe que há um propósito no que faz e que de alguma forma impacta na experiência final do cliente com a marca. Esse protagonismo faz que busque novas alternativas e melhoria contínua em seus processos. Ele passa enxergar que há um ganha-ganha real, onde não só a empresa ganha com melhores processos para oferecer algo cada vez melhor ao cliente final, mas a própria força de trabalho do colaborador sofre um incremento, tornando-a mais relevante e diferenciada, sem contar no desenvolvimento profissional que acontece paralelamente, tornando o colaborador elegível a melhores oportunidades na carreira, seja dentro ou fora da empresa em que atua

Engajamento e brilho nos olhos

O engajamento acaba sendo uma consequência mais do que agradável para a empresa quando o protagonismo é bem trabalhado. Estar engajado significa querer fazer parte do que está envolvido, o que pode ser desde a sua atividade diária até novos desafios! Enquanto a motivação é o combustível para se ter a tão desejada iniciativa, o engajamento é a acabativa, é o desejo de se fazer algo cada vez melhor. E como isso acontece? Com a mudança de mindset do colaborador, que antes estava apenas motivado a cumprir as suas tarefas de acordo com as metas estabelecidas e da forma descrita nos procedimentos de trabalho. O engajado questiona, procura novas maneiras de se fazer algo e tem o tal do brilho nos olhos. É o sentimento de protagonismo, de saber qual o seu papel estratégico, é que torna alguém assim.

Ambiente Organizacional

Quando você não levanta pensando…”mais um dia de trabalho!” é porque as chances do seu ambiente de trabalho ser bastante agradável, a ponto de ajudar a superar o stress do dia a dia e focar nos resultados planejados, certo? O engajamento causa isso e não ter uma visão vitimista faz que se trabalhe por um ambiente organizacional bacana e saudável. Sentir que possui um propósito no que você faz e ter um brilho nos olhos quando pensa nisso é o que leva alguém a querer construir um ambiente de trabalho mais do que adequado.

Colaboração

A colaboração é algo mais do que desejado. Gestores sonham com isso, mas é algo que se conquista e que não se impõe. Quando você está de bem com o que faz sente um desejo de crescer e se desafiar e colaborar é uma boa opção para fazer isso acontecer. E o que tem tudo a ver com colaboração? Gestão do Conhecimento! É na partilha do conhecimento que temos, que aprendemos novas coisas, já que em contra-partida alguém irá se motivar a compartilhar o que sabe com você também.

Ser colaborativo é algo importante no mercado de trabalho hoje, afinal essa é a palavra de ordem atualmente. E novamente, isso só acontecerá se a organização conseguir mudar o mindset dos colaboradores para descobrirem que ser co-autor de algo bom é muito melhor do que ser autor de algo ruim.

Inovação

Como surge a inovação? Tem que ser criativo? Tem que trabalhar com TI? Na verdade não, basta ter o mindset focado em querer descobrir novos caminhos e maneiras de se fazer o que já é feito hoje. Tem que gostar e querer enxergar possibilidades, principalmente aonde ninguém vê por conta do comodismo que vem com o hábito de se fazer sempre do mesmo jeito.

E o que a gestão de mudança tem a ver com tudo isso? Tudo! Direcionar e alinhar o mindset dos colaboradores com objetivos e, principalmente, culturas e programas corporativos é essencial para a empresa. Esse alinhamento proporciona não só o aumento do engajamento, mas também a redução de turnover, já que diminui a desmotivação dos colaboradores. No entanto essa mudança deve vir de cima para baixo, com os gestores puxando esse movimento!

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcelo Oliveira

Jornalista e entusiasta da Gestão do Conhecimento e Inovação, com uma passagem de 17 anos pela EMBRAER, onde atuei na edição de Publicações Técnicas e como focal point de inovação. Estruturei e estive a frente de um programa voltado a conectar pessoas, ajustar processos, melhorar a comunicação e aplicar uma gestão colaborativa e inovadora de equipes, ajudando a desenvolver o potencial humano, através do engajamento e da capacitação. Em paralelo, como freelancer, produzi textos para a revista Villaggio Panamby e para o site infoescola.com. Fundei a Inovadoramente Consultoria para oferecer serviços em gestão de equipes e comunicação. Também sou conteudista no Ideia de Marketing e na Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento, além de professor de Pós-Graduação na ESPM, dentro do Centro de Inovação e Criatividade.