No mundo digital é bem comum as pessoas pensarem que: “como todo mundo está na internet, todo mundo vai me ver lá!” Só que todo mundo já está vendo um monte de coisas e, naturalmente, muitas coisas estão escondidas. Não muito diferente da TV ou do rádio, quantos são os canais ou estações que ficam (ou ficavam) lá no ostracismo?

Eu costumo comparar (e já ouvi isso também em palestras e eventos) a uma galeria… aquela salinha lá do fundo, que é mais baratinha, com acesso mais difícil, longe dos banheiros – e também da calçada – é a mais fácil (custo!) de abrir o comércio, mas será que as pessoas vão passar por lá?

No digital chamamos isso de tráfego e ele é imprescindível em qualquer negócio, seja na galeria ou na internet. Pessoas precisam passar pela sua lojinha, precisam saber que você existe, precisam te encontrar, mesmo que você esteja escondido na última sala, bem no fundo da galeria, atrás daquele pilar que tem uma mangueira e um extintor de incêndio.

Existem algumas formas de fazer as pessoas irem na lojinha, uma delas é fazer algo de muito estranho acontecer por lá, por exemplo: “Estão dando sorvete de graça lá na Loja do João!”; “Ouvi dizer que lá na Loja da Maria tem um unicórnio que fala!”, sim, muitas vezes enquanto mais inusitada for a notícia, mais gente diferente vai ver! Daí vai depender de que tipo de pessoa você quer que vá te visitar!

Notou que estou falando de digital e da lojinha da galeria? Sim, porque a diferenciação e o tráfego servem para qualquer negócio. E sem esses dois pequeninos detalhes nada acontece, as pessoas não sabem que você existe e muito menos sabem o que você tem para oferecer.

Então agora vamos ao que interessa, a seguir, duas das coisas mais importantes que são necessárias em qualquer negócio, seja ele digital ou físico, produto ou serviço, loja física ou virtual. Papel e caneta na mão (notepad serve também, vai!), uma coisa não serve sem a outra, e a ordem dos fatores não altera o produto:

Tráfego: você vai precisar fazer as pessoas irem até a sua loja, então faça isso acontecer gerando assunto pro seu negócio, fazendo as pessoas ficarem curiosas. Seja para experimentar um produto novo, seja para uma amostra, para conhecer a sua porta ESPETACULAR, o importante é elas irem até lá (perceberem a coisa em si – e tem que ser INCRÍVEL!) e falarem para o máximo de pessoas possível! Pimba, gerou BUZZ!

Outra forma de gerar tráfego é fazendo as pessoas conhecerem você através do que você sabe, fazendo conteúdo de qualidade (redes sociais estão aí pra isso, conteúdo de qualidade, por favor!). E mesmo que você não dê nada de graça (a não ser parte do seu conhecimento) as pessoas vão ficar curiosas pra saber o que mais vem de lá. Daí é só saber quem são as pessoas para entregar o que eles precisam! (Leia isso também!)

Diferenciação: falando em entregar o que eles precisam… Eles, os interessados na sua história (ou no seu sorvete de graça) precisam se encantar quando chegarem lá. (Clique aqui pra entender melhor) E isso só vai acontecer se você preparar algo realmente ótimo. Algo que vai atender às necessidades e ainda ter uma cerejinha em cima do bolo. Entender quem são as pessoas vai dar metade do caminho da sua diferenciação, então mergulhe nos estudos!

Lembre-se de que muitas pessoas já consomem o produto do concorrente (a não ser que tenha inventado algo novo) e pra que elas troquem, precisa realmente ter algo que os atraia de forma especial. Por mais barato que seja o sorvete da concorrência, um sabor artesanal feito com a receita da sua vó, passada através de gerações, pode gerar filas do tamanho da galeria. Por si só, isso já vai dar uma boa notícia por aí!

banner clique
The following two tabs change content below.

Jonatan Fortes

Consultor Empresarial
Consultor empresarial, Diretor de Marketing da Fonte de Talentos (RS). Mestrando em Desenvolvimento Regional, onde busca conhecimentos visando aplicar na geração de talentos. Acredita no poder da comunicação e atua na promoção e desenvolvimento de empresas e talentos para o crescimento coletivo.