Tenho conversado com centenas de pessoas por causa das série de palestras e treinamentos que realizei nos últimos meses e uma coisa que percebi é que, de alguma maneira, todo mundo está passando por um momento de transição (inclusive eu). Essa transição se dá por uma série de fatores, como por exemplo: questões sociais, políticas, econômicas e, podemos incluir também, questões espirituais / planetárias.

Sempre digo em minhas palestras que se alguém te disser que o mundo está mudando, você pode corrigi-lo dizendo que o mundo já mudou, nosso papel agora é compreendermos essas mudanças e nos adaptarmos à elas.

A principal percepção dessa transição é: não há mais espaço para o antigo ou o velho jeito de se fazer as coisas.

Com isso, tudo o que não serve mais tenderá a se desfazer em pedaços e ruir para que o novo tenha espaço de ser construído.

Profético? Fatalista? Pessimista?

Nada disso!

Olhe para si mesmo nesse momento… pensamentos, sentimentos, crenças limitantes, velhas maneiras de se fazer as coisas que você sempre fez, sensação de ter perdido o norte ou de que teu trabalho profissional não te preenche ou realiza. Isso tem acontecido contigo? Se sim, é porque você está passando por essa transição também!

Agora é o momento perfeito para tomar 5 atitudes:

1) Analisar o seu Estado Atual: através de ferramentas de coaching como a Roda da Vida ou a Roda da Performance, você consegue ter um panorama extraordinário do momento pelo qual está vivendo. Acredite, por mais que você ACHE que sabe o que se passa, quando utiliza ferramentas de análise a situação fica muito mais clara, às vezes menos chocante ou às vezes mais preocupante. A questão é justamente essa: analisar! – ter uma perspectiva real do seu estado atual é a base para fundamentar a segunda ação.

2) Para onde quero ir ou quem eu quero me tornar? – Sempre digo para as pessoas que muito mais importante sobre o que já te aconteceu, é a pessoa que você quer se tornar. Nunca pensou nisso? agora é momento certo! Se você conseguir dedicar algumas horas da sua vida tentando definir quem você quer se tornar, passará de uma vida inconsciente para uma vida consciente, afinal de contas, dali em diante, tudo o que você fará será para transformar aquela ideia em realidade. Mas cuidado, é nesse ponto em que a terceirização de culpa ou vitimismo acaba.

3) Compreenda quais são seus obstáculos e crenças limitantes – Imagine que uma criança de 8 anos recebeu 400 MIL “nãos” na vida dela. Agora imagine essa criança crescendo, tornando-se adolescente, depois adulto. Um monte de programas instalados do seu cérebro, um monte de arquivo corrompido que não serve para nada, apenas para deixar lento aquela máquina que tem uma capacidade muito maior, mas que por causa do lixo e dos detritos internos não consegue funcionar com o total da sua capacidade. É exatamente a mesma coisa com o nosso cérebro! Sem dúvida nossos pais fizeram o melhor que eles podiam dentro da limitação deles, mas está na hora de nos livrarmos daquilo que não nos faz bem, do que nos limita e do que nos trava. Ter a atitude de trazer para consciência aquilo que te trava, te limita e te sabota é doloroso, mas somente curando o passado é que viveremos no presente e poderemos seguir tranquilos em busca de um futuro melhor.

4) Desenhe um Mapa – a ideia aqui é simples: Se você já compreendeu onde está, onde quer chegar, o que estava te impedindo de sair  do ponto A e ir para o ponto B, agora é hora de desenhar um mapa, um plano de ação, algo onde você possa quebrar os objetivos que, a primeira vista  podem parecer impossíveis, em pequenos passos que você possa alcançar um após o outro.

5) Disciplina e produtividade – Sempre digo em meus treinamentos que disciplina é uma decisão diária. Ou seja, todo santo dia você terá que tomar a mesma decisão. Um dia que você toma uma decisão diferente, ela irá impactar diretamente no resultado final que você deseja. Então, digamos que você esteja querendo fazer dieta… a disciplina está no ato de se alimentar… é na hora de colocar comida no prato que você precisa ser disciplinado (em menor quantidade ou com mais qualidade… ou ambos). A produtividade está diretamente relacionada à sua capacidade de fazer mais, mais rápido e melhor. Pensando dessa maneira, além de uma pessoa que visa solucionar problemas, você se tornará um profissional mais ágil.

Por fim, acredito totalmente na capacidade do ser humano em se transformar, evoluir, mudar. Houve um tempo que não acreditei nisso, mas logo percebi que não somos um poste… quem não muda para melhorar de vida apenas possui um apego sobre algo do passado, nem que seja uma imagem mental de quem ela acredita ser (e que não necessariamente é real).

É justamente nesse momento de transição pelo qual tudo e todos estão passando que o novo tem espaço para ser criado.

Deixe seus bloqueios e crenças limitantes de lado e se pergunte: quem eu gostaria de me tornar?

Uma vez que isso venha à tona, pague o preço! – Faça o que for possível, necessário e impossível se for preciso. Ninguém fará isso por você!

 Mas, acredite… vale a pena!

 Nos vemos no topo!

banner clique
The following two tabs change content below.

Julio Lussari

Consultor
MBA em Marketing e Gestão de Negócios, é consultor, ministra oficinas, dá aulas, é palestrante e blogueiro nas áreas de Inovação em Planejamento de Carreira, Empreendedorismo, Inovação em Modelos de Negócios e Marketing Estratégico.