Se você veio aqui a procura de uma fórmula mágica ou facilitada sinto te dizer, mas o caminho não é esse. Aliás, começar um blog não é tão simples quanto pensa e eu não vou te enganar.

Mas se você quer arregaçar as mangas e gastar algumas noites acordado, ler e aprender muito sobre marketing digital, produção de conteúdo, marketing de afiliados e colocar muita paixão no que vai fazer, esse texto é pra você.

O primeiro passo é tomar a decisão de vou começar. Parece bobagem, mas a gente (E isso me inclui) fica adiando o “start” da coisa toda. Amanhã começo, semana que vem… Não! Hoje!

AUTORIDADE SOBRE O ASSUNTO

Tire uma tarde ou uma noite pra escrever em um papel suas ideias e suas vontades, mas principalmente qual área você domina.

Você se sente em uma posição de autoridade, ou é um conhecedor experiente de alguma área específica? Viagens? Esportes radicais? Fisioterapia? Nutrição?

Pense no nicho que você quer trabalhar e qual autoridade e conhecimento você tem sobre ele. Pense a longo prazo, “eu vou continuar tendo o que escrever sobre esse assunto ou é um tema passageiro que foi muito marcante na minha vida”?

Se você vai falar sobre o dia-a-dia, sobre sua rotina, coisas que você faz, fica mais fácil, mas pense o que dá sua rotina pode ser entregue ao público e o que despertará a atenção de maneira a gere trafego para o seu canal ou blog. (Falamos sobre trafego mais pra frente.)

Decidido o nicho ou tema que você trabalhar? Próximo passo.

COMEÇAR SEM GASTAR NADA É POSSÍVEL?

Algumas pessoas me dizem que sim, é possível, Mas vou te contar o por que não acredito nisso.

Provavelmente você quer rentabilizar seu blog? Certo? Ficar conhecido, criar uma verdadeira marca de referência no assunto.

A internet é mais concorrida do que um espaço para estender a tolha em uma praia do Rio de Janeiro no verão. O ideal é que você  comece tendo seu domínio: Seu www.meublog.com ou .com.br, sua hospedagem: O servidor onde você colocará seu domínio, criará sua conta de e-mail (sabrina@meublog.com) e hospedará seus arquivos.

Outro ponto a se investir é um layout. Esse é opcional, você não precisa comprar logo de cara uma super aparência para o seu site, mas quanto mais funcionalidades e diferenciações ele oferecer, mais chances ele terá de ser bem posicionado no google e rentabilizar em um tempo menor.

Você pode ser um programador muito bom e fazer seu próprio layout, mas na maioria dos casos isso não é uma realidade. É importante também lembrar que seu layout precisa ser responsivo, ou seja, se adaptar a aparelhos mobiles: Celulares, Tablets e companhia.

Nade te impede de começar com um simples blog do WordPress e esperar entrar dinheiro para começar a comprar esses itens que citei acima, mas por experiência própria, isso demora na maioria das vezes tempo o suficiente pra te desanimar ou 1 ano, que é a média de tempo para  começa a receber dinheiro com o blog. E isso trabalhando muito e dedicando muito tempo.

Se você quer começar um canal no youtube, continua válida a ideia de que a concorrência é muita. O ideal é você ter uma boa câmera e uma boa iluminação. Isso não significa gastar um absurdo em material, mas significa aprender a improvisar e se dedicar muito a conseguir imagens de qualidade. Diferente do blog o vídeo não perdoa e nada passa despercebido (Usuário não perdoa).

Antigamente as youtubers famosas começavam com pouco material mesmo, pouca qualidade, mas hoje a disputa por seguidores é ferrenha. Vale a pena investir.

Mas lembre-se, não é uma via de regra. É uma dica!

RENTABILIZANDO

Todo mundo que começa um blog ou um canal, começa naquela expectativa de fazer dinheiro. E faz! Mas isso requer tempo, estudo e insistência. Ou melhor, presença garantida com periodicidade.

O que eu quero dizer? Não adianta postar hoje um texto muito bem produzido, fotos maravilhosas ou um vídeo em Paris com luzes muito bem trabalhadas e só voltar a falar com o público dali a um mês.  Você precisa ser insiste para gerar dinheiro.

Seja com marketing de afiliados, com a venda de um produto próprio ou com Google adsense você precisa ter um volume de trafego grande.

No marketing de afiliados você escolherá um produto ou mais, dentro de uma empresa de afiliados, onde encontrará anunciantes com produtos à venda. Você escolherá o que você se identifica e o que tem relação com o conteúdo do seu blog e fará a indicação dele no meio do texto, ou no fim do texto, ou em uma publicação dedicada de maneira indireta ou deixando bem claro que é um parceiro através de um link desse produto ou serviço.

Muitos blogs que dão dicas sobre como começar o seu blog, recomendam sempre ser transparentes com seu público. Também acredito nessa premissa e digo mais, recomende produtos que você realmente acredite e confia.

Há afiliados que pagam por clique e por venda e há outros que só por venda. Pesquise na internet sobre um grupo de afiliados que se encaixe para o seu conteúdo e te oferece um melhor retorno.

Lembre-se, você quer criar empatia com seu público e ele confia em você quando procura por um determinado assunto.

No Google Adsense, o tema da publicidade é aleatório. Lembra quando você pesquisou sobre viagens para a China ontem a noite? Quando você abre um site aparece milagrosamente assim: “Promoção de passagens aéreas para China”. Seu amigo Google está entendo o que você deseja e está te oferecendo a solução.

Você poderá escolher aonde colocar os banners do Adsense dentro do seu blog, mas use do bom senso, a experiência do usuário conta muito na hora do ranqueamento do Google.

Atenção ao Adsense para o youtube e as regras de privacidade ou normas do Adsense para veicular anúncios. Caso você não esteja dentro de alguma das normas do Adsense, você poderá não ter a conta aprovada e muito menos receber qualquer coisa pelo canal.

Outra opção de rentabilização de um blog ou até mesmo de um canal é a produção de produtos próprios. No youtube, há o caso da Blogueira Mari Morena que produziu o próprio produto Co-wash para cabelos cacheados e outros tantos casos de blogueiros de viagem que produzem e vendem seus próprios roteiros e guias.

RESULTADO A LONGO PRAZO

Depois de decidido o tema, domínio registrado, hospedagem, layout e maneiras de rentabilização adaptadas é hora de produzir conteúdo bom e de qualidade.

Alguns pontos são importantes aqui:

  • O trafego do seu site precisa ser bom para melhorar não só a qualidade dos seus anúncios, mas também a reputação do seu blog ou canal. Ou seja, seu trafego será de maneira resumida a quantidade de gente que entra e sai e quanta informação é compartilhada de dentro do site para fora ou direcionada para dentro do site ou canal;
  • Volume de visitas é importantíssimo e está diretamente ligado a taxa de rejeição. As pessoas entram, encontram o que querem e permanecem ali? Há muita gente entrando e saindo rapidamente por que não encontram o que querem? O layout não está amigável para gerar uma maior permanência? Responda essas perguntas.
  • Seu conteúdo pode ser atual, mas é ideal que ele seja sustentável. Ou seja, é um conteúdo atemporal e que independente da época em que for acessado será útil. Ele estará sempre gerando visitas e rentabilizando;
  • Escreva com amor e sinceridade, dedique tempo, estude sobre os assuntos relacionados ao blog e melhore seus conhecimentos sobre marketing digital. Arrisque!
  • Aprenda a ser rejeitado! Você não vai conseguir agradar todo mundo na internet. Isso é uma tarefa impossível! Faça o seu melhor, aprenda a separar criticas construtivas de críticas sem fundamento e agrade quem admira e apoia seu trabalho.

Não existe receita pronta e muito menos garantia de sucesso. O tempo passa de qualquer forma, o importante é começar.

Não desista no meio do caminho só porque o blog está demorando a retornar o investimento de tempo e dinheiro. Apenas comece, dedique-se e mantenha-se atualizado das novidades do mundo do marketing digital. Dedicação e amor são os únicos ingredientes unânimes.

banner clique
The following two tabs change content below.

Sabrina Kelly

Mineira de Belo Horizonte, publicitária em formação, apaixonada por viagens e fotografia. É técnica em Sistemas da Informação pelo Colégio e Faculdade Cotemig e fez um intercâmbio em Jornalismo na Universidade de Coimbra, Portugal. Escreve para a Obvious Maganize, produz conteúdo para e-commerce e é criadora da Loja Virtual Feitio.