Relacionamentos são complicados, e quando falamos na relação entre gestores e equipes não é diferente, afinal o relacionamento impacta. O endomarketing atua nesse ponto exato, facilitando não só a comunicação, mas a relação em si entre a empresa e seus funcionários, em qualquer nível, através do engajamento.

Engajar um funcionário é quase que o mesmo que torná-lo feliz, porque ele passa a sentir parte ativa desta relação e quer fazer com que ela dê certo. O engajamento de uma equipe é como uma reconquista, como um casamento, onde o mais importante é a confiança e deve ser conquistada e renovada sempre.

Para isso acontecer, o planejamento de endomarketing tem que ser bem estruturado e eficaz, deve ter simplicidade para a sua execução, afinal, se for para complicar, melhor que não faça, não é mesmo? Mas como fazer para que essas relações sejam douradoras?

Esforço para oferecer a melhor experiência: o trabalho para engajar alguém deve ser relevante, a ponto da pessoa chegar em casa após o trabalho e ter algo novo para contar para a família. O funcionário tem que se sentir orgulhoso do trabalho que faz.

Escolha cuidadosa do conteúdo a ser transmitido, a empatia é fundamental: mudar o ponto de vista e enxergar como atender melhor a atenção dos funcionários é importante antes de disparar uma campanha corporativa, ou que tipo de informação é mais interessante para ser passada, por exemplo.

Tempo – não se deixa alguém com quem se tem um relacionamento esperando: pessoas odeiam ser ignoradas, isso inclui as pessoas que fazem parte do corpo da empresa. Novamente, a empatia é a chave.

Autenticidade – cada pessoa deve ser tratada como se fosse única: é claro que nenhuma empresa pode tratar individualmente cada funcionário em trabalho de endomarketing, porém existem ocasiões que permitem essa abordagem, como aniversário de empresa, avaliações por desempenho, ações de reconhecimento etc. Isso pode ser pouco, mas faz uma pessoa se sentir importante para a organização, sentir-se único.

O relacionamento é a experiência do funcionário com a empresa, e isso é um ponto fundamental para o negócio da organização. Afinal, o que vem por amor sempre fica, enquanto o que vem por pressão sempre se esvai.

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcelo Oliveira

Jornalista e entusiasta da Gestão do Conhecimento e Inovação. Focal Point de inovação na EMBRAER, coordenando atividades de captação de ideias e ministrando treinamentos de Inteligência Coletiva/Inovação Incremental e de introdução a ferramentas de captação de ideias, para fomentar a cultura de Inovação. Freelancer em comunicação e marketing na H2M Comunicação & Marketing. Acredita que a cultura da inovação abre portas, as quais podem mudar não só processos, produtos e serviços, mas principalmente a visão de mundo das pessoas!

Latest posts by Marcelo Oliveira (see all)