Gosto de ler e buscar um outro olhar dentro da história, com insights que possam trazer novas possibilidades fora das páginas, afinal as boas ideias surgem das nossas experiências, principalmente do que consumimos, como livros, filmes, músicas e o próprio cotidiano.

Lendo “Alice através do espelho”, a curiosidade da protagonista me fez pensar em nosso lado inovador. Aquele mesmo lado da nossa personalidade que nos torna inquietos, curiosos em buscar novos olhares.

Alice olha para o espelho em determinado momento e pensa como seriam as coisas refletidas ali. Seriam realmente tudo invertido? E o que não se enxerga no reflexo, como seria? Seria assim também? Então de repente ela mergulha dentro do espelho e passa a explorar aquele outro mundo.

Se analisarmos bem, a curiosidade de Alice é a mesma que nos torna inovadores, tentando enxergar o que existe por além da cortina do que fazemos cotidianamente, seja em relação a processos, produtos, serviços, carreira ou vida pessoal. O que há além do que vemos e vivemos? Isso realmente seria tudo o que temos para viver?

O mergulho de Alice no espelho pode ser traduzido como o momento em que mergulhamos na nossa criatividade, procurando novas soluções, ideias que possam melhorar a nossa vida, profissional ou pessoal. Essa curiosidade de Alice é o nosso lado inovador desbravando um mar de possibilidades, conhecendo o que outros não se aventuraram a conhecer.

O mundo está em versão Beta constante, pronto para você trazer suas contribuições para mudá-lo e torná-lo melhor para pessoas, empresas, processos, produtos e serviços. Basta querer se aventurar e colaborar para incrementar esse fantástico código fonte livre!

E aí, está disposto a mergulhar no espelho e conhecer um país de maravilhas? Só depende de você.

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcelo Oliveira

Jornalista e entusiasta da Gestão do Conhecimento e Inovação, com uma passagem de 17 anos pela EMBRAER, onde atuei na edição de Publicações Técnicas e como focal point de inovação. Estruturei e estive a frente de um programa voltado a conectar pessoas, ajustar processos, melhorar a comunicação e aplicar uma gestão colaborativa e inovadora de equipes, ajudando a desenvolver o potencial humano, através do engajamento e da capacitação. Em paralelo, como freelancer, produzi textos para a revista Villaggio Panamby e para o site infoescola.com. Fundei a Inovadoramente Consultoria para oferecer serviços em gestão de equipes e comunicação. Também sou conteudista no Ideia de Marketing e na Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento, além de professor de Pós-Graduação na ESPM, dentro do Centro de Inovação e Criatividade.