Você já parou para pensar que pode ser referência e inspiração para alguém?

Escrevo conteúdo, aplico palestras e workshops há bastante tempo, e sempre gostei de compartilhar e absorver conhecimento. Recentemente, passei por uma das experiências mais incríveis da minha vida, que foi dar aula em Universidade. Desde então, comecei a refletir sobre o quanto realmente podemos fazer a diferença e contribuir com a evolução do nosso mercado, e isso é muito sério.

Se eu desenvolvesse uma aplicação de coaching, certamente indicaria que todos aqueles que fazem o que gostam, que se identificam com sua atuação e são profissionais que buscam fazer a diferença todos os dias, deveriam dedicar uma porcentagem do seu tempo para ser um “multiplicador-referência”, como um item obrigatório das tarefas de evolução profissional.

Multiplicar é um exercício e tanto para quem quer evoluir, porque provoca um esforço de estudo, de atualização e de prática que te mantem apto a formar opinião e se desenvolver como referência naquilo que você faz. Todos os profissionais que querem ser bem sucedidos deveriam buscar ser referência, como premissa para suas conquistas. E isso tem a ver com a evolução do todo.

Sou daqueles que acreditam que a soma de esforços estabelecidos na mesma intensidade e dimensão pode sim provocar a mudança do macro. Na caótica sociedade que vivemos, precisamos de mais profissionais multiplicadores, que queiram ser referência e assumam essa responsabilidade.

Nossa sociedade evolui a passos quilométricos a cada dia, com disrupções, criação de novas necessidades de mercado, surgimento de novos segmentos e alterações comportamentais frequentes. Do outro lado, no campo de batalha das empresas, os índices de evolução são congelantes, e a inoperância burocrática provoca bloqueios desgastantes. Só não podemos esquecer que empresas são feitas de pessoas. Processos são desenvolvidos ou cumpridos por pessoas. E essas pessoas são as responsáveis pelas evoluções ou involuções do seu negócio.

Se tivermos cada vez mais profissionais desenvolvendo espírito empreendedor, ou seja, buscando o melhor todos os dias e, além disso, querendo multiplicar com o próximo e tornar-se referência, a tendência é que as organizações comecem a acompanhar a evolução do mercado, orientado pelo comportamento volúvel da nossa sociedade. E a explicação disso é que haverá mais pessoas com a mesma postura de busca de evolução somando-se para provocar os impactos no todo.

Confira 10 dicas para tornar-se um “multiplicador-referência” e contribuir com a evolução do todo:

  • Não pare de estudar, nunca
  • Mantenha-se informado e atualizado
  • Ouça fontes diferentes
  • Viva experiências
  • Desenvolva sua própria opinião
  • Mãos na massa! Produza sem medo!
  • Faça bem feito para poder falar sobre o que faz
  • Crie o hábito de dividir informações interessantes
  • Dedique mais tempo para compartilhar de forma sistêmica, ou seja, dividindo conteúdo periodicamente
  • Assuma responsabilidades e dê conta delas! Discipline-se!

E então, quem você já inspirou hoje?

banner clique
The following two tabs change content below.

Isaac Zetune

Isaac Ramiris Zetune é jornalista, pós-graduado em marketing político e especializado em branded content. É sócio-diretor da Agência Insane e fundador da plataforma EMPREENDA.SE. (isaac@sejainsane.com.br)