O Marketing de Defensores é um assunto novo, principalmente aqui no Brasil. Por isso é comum que as pessoas o confundam com Marketing de Afiliados ou Marketing de Fidelidade. Apesar de todos possuírem como pilar principal a relação entre marcas e pessoas, existem diferenças fundamentais entre as estratégias.  É o que veremos no texto de hoje!

Marketing de Afiliados

O Marketing de Afiliados é baseado no modelo de performance. Empresas recrutam pessoas, em geral são produtores de conteúdo digital, para promover seus produtos, os chamados afiliados. Cada afiliado possui poder de influência sobre determinado público e é recompensado monetariamente pelo tráfego, conversões ou vendas que gere. Hoje essa prática é bastante comum e muito utilizado por diversas empresas. Desde grandes e-commerces que pagam comissão por vendas geradas por blogueiros, até produtores digitais que recompensam seus pares por tráfego e vendas feitas a partir de suas divulgações.

A grande diferença entre Marketing de Afiliados é que sua motivação é uma recompensa financeira e nem sempre quem está promovendo o produto é realmente um cliente que indica porque confia no que está recomendando.

Marketing de Fidelidade

O Marketing de Fidelidade também é motivado pela recompensa financeira, mas de forma diferente  do Marketing de Afiliados. O grande objetivo do Marketing de Fidelidade é reter os clientes existentes, motivando os a comprar mais vezes e em maior quantidade da empresa. Como retribuição do que gastou com a empresa, os consumidores recebem brindes, descontos e benefícios.

Empresas de todos os tamanhos e segmentos têm adotado Programas de Fidelidade como estratégia de retenção de clientes. O que começou com simples cartões de fidelidade, hoje possui diversas e variadas tecnologias. De barraquinhas de pastel até grandes companhias aéreas possuem seus programas de fidelidade.  É uma estratégia que se bem planejada e executada pode render excelentes resultados.

Marketing de Defensores

Para o Marketing de Defensores não basta apenas manter os clientes atuais com incentivos financeiros ou recompensas. Ele é feito para motivar que clientes que gostam e confiam em uma marca, produto ou serviço recomende-o para seus amigos e conhecidos.

Uma empresa pode ter milhares de clientes fiéis, mas nem sempre são Defensores da Marca. O Marketing de Defensores é a maneira para transformar clientes fiéis em uma ferramenta estratégica de vendas.

92% dos consumidores confiam em recomendações de marcas vindas de pessoas que conhecem. Isso mostra que amigos e familiares são a maior fonte de influência para uma compra. O objetivo do Marketing de Defensores é utilizar o poder de influência dos seus clientes leais em uma poderosa arma de Marketing e Vendas. Com o poder das redes sociais, hoje cada pessoa pode influenciar a decisão de centenas ou até milhares de pessoas.

A motivação dos Defensores de Marca está em ajudar os seus amigos a terem boas experiências com a marca, produtos e serviços que estão recomendando, e não diretamente ligado com recompensas monetárias.

As 3 estratégias são importantes e podem trazer excelentes resultados. O importante é analisar o mercado, o perfil do público e o momento da empresa para identificar qual estratégia utilizar. Nenhuma das 3 estratégias são conflitantes e podem ser utilizadas em conjunto, potencializando os resultados.

E você,  já utiliza alguma dessas estratégias?

banner clique
The following two tabs change content below.
Publicitário pela Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná e Especialista em Marketing Empresarial pela UFPR. Estudioso nas áreas de inovação, empreendedorismo, comportamento do consumidor e defensores da marca. Acredita que os clientes são os ativos mais valiosos de qualquer empresa e também seus principais vendedores.