Quer uma dica para movimentar suas vendas de Natal com pouco investimento? Dê uma atenção especial a sua vitrine. A vitrine é um grande chamariz para a entrada do consumidor na loja! Uma vitrine bem composta chama a atenção dentre tantas pelas quais passam os nossos olhos. Muitas vezes é o primeiro contato do consumidor, e a intenção é sempre causar uma boa impressão, então vale um capricho!

Em geral, a vitrine precisa expressar o que o cliente vai encontrar no local. Além dos produtos, precisa transmitir a identidade da loja, o estilo. Ela compõe a comunicação visual no ponto de venda, onde as decisões de compra acontecem, então pense a vitrine de forma estratégica. Escolha os produtos que representem as opções que o cliente vai encontrar. Gere curiosidade para o que mais pode-se encontrar no interior da loja. Exponha de forma que a pessoa se identifique, se imagine fazendo uso dos artigos. Para tanto, tenha em mente quem você quer atingir. Combine artigos que se comuniquem e que tenham relação entre si, vai ajudar a vender itens conjugados, gerar impulso de compra. Harmonize coordenado cores e simetria.

Não é tarefa fácil não, o vitrinismo é uma técnica antiga que se incorporou ao visual merchandising, que engloba toda a composição e exposição dos itens no ponto de venda. Na falta de um profissional, busque inspiração em locais referência no ramo ou com as quais você identifica a sua empresa.

Para o Natal, lembre-se que primeiramente vende-se produtos para amigo secreto e festas de encerramento e a maioria dos presentes para a data são comprados na última semana. Mas os esforços anteriores são considerados, pois podem direcionar aquela pessoa que se identificou com o foi apresentado. Para esta data, pense em quem seus clientes vão presentear e apresente soluções. Use a decoração de Natal para enaltecer os seus produtos. Procure uma linha decorativa que combine com os produtos comercializados, não basta simplesmente encher de enfeites natalinos. Cuidado com a poluição visual! Neste período do ano, cabe mudar a vitrine com mais frequência, dê preferencia a produtos com opções de tamanho e cor, para que a pessoa que gostou do que viu encontre a opção que se encaixe na sua necessidade.

Apresentar os preços na vitrine é obrigação do lojista, muitos não gostam desta imposição, porém ajuda a atrair os clientes com real intenção de compra. Encontre uma forma de expor os valores de forma que sejam identificados sem prejudicar o layout criado.

Em tempos em que as pessoas analisam os gastos com mais cuidado, uma vitrine bem elaborada vai atrair clientes potenciais para incrementar o seu resultado neste fim de ano! Pense nisso e boas vendas!

banner clique
The following two tabs change content below.

Caroline Trapp

Gerente de vendas
Publicitária e sócia-proprietária na AnimA Estratégias em Relacionamento. Estuda comunicação, marketing e comportamento de consumo, vê no relacionamento o diferencial de marcas e negócios!