Diferente do que muita gente pensa, o Linkedin não é uma rede social onde a maioria das pessoas está procurando emprego. Estudos mostram que o uso do Linkedin nos EUA é mais popular que o Twitter, e é inclusive uma ótima ferramenta para geração de negócios.

Só nos EUA, a rede possui mais de 1 milhão de empresas. Os 5 principais setores são: Tecnologia da Informação, Software, Atendimento Médico, Varejo e Ensino Superior. Hoje o LinkedIn detém praticamente toda a população economicamente ativa nos EUA – a rede recebe inscrições de 2 membros por segundo, e são cerca de 40 milhões de estudantes e trainees que usam a plataforma para engrandecer suas carreiras, mostrar seus feitos, e como dito anteriormente, gerar negócios.

Um infográfico divulgado no Canal de Slideshare do Linkedin informou alguns dados interessantes:

  • 91% dos usuários que utilizam redes sociais usam o LinkedIn para fazer marketing B2B;
  • A plataforma mostra 93% de eficiência em geração de leads;
  • O LinkedIn gera mais tráfego para sites e blogs B2B – 90% do tráfego social foi gerado pelas três grandes redes (Facebook, Twitter e Linkedin), sendo que metade dele partiu do LinkedIn.

Os usuários da rede buscam se relacionar com as marcas que compartilham conteúdo relevante. As empresas que criam conteúdo exclusivo, informam e envolvem seu público não estão apenas vendendo – estão criando relacionamentos que tendem a se tornar cada dia mais duradouros se usarem com sabedoria a maior plataforma profissional do mundo.

Uma das premissas da realização de vendas pela internet é a confiança – você dificilmente irá prospectar um cliente que não confie no que você diz, nas suas ideias, valores e etc. Por isso, construa uma ligação de confiança com ele, aprimore seu perfil pessoal e principalmente o profissional – crie conteúdos interessantes, interaja com ele – e o mais importante – agregue valor à ele. Os resultados deste trabalho virão naturalmente.

Pensando nestes dados, vale ressaltar o potencial da rede nos EUA não só para inserir sua empresa – mas para interagir com os usuários, gerar novas conexões, conseguir mais leads – afinal a plataforma possui um potencial gigantesco de segmentação por localização, setor, tamanho da empresa, cargo e nível de carreira – então, por exemplo, se sua empresa é um B2B, você facilmente encontrará o CEO que deseja prospectar. E o melhor: tudo isso sem investimento inicial.

E você, está esperando o que para prospectar o mercado dos EUA? São milhares de oportunidades profissionais para gerar leads, aumentar o fluxo em seu funil de vendas, aumentar seus lucros, seu engajamento, posicionamento e principalmente, engrandecer sua marca não só na rede, mas no mundo todo.

banner clique
The following two tabs change content below.
Publicitária, trabalha com assessoria e gestão da imagem de marcas, produtos e pessoas em Tati Fanti - Gestão da Imagem. É também colunista nos portais MMA Premium e Bjj Girls Mag. Acredita no poder das pessoas e na arte da comunicação como ferramenta de transformação.