Com certeza você já ouviu falar no termo “delargar”, ou até quem sabe já vivenciou algo parecido na sua empresa, seja como líder ou como liderado. Esse neologismo foi inventado para representar determinadas ações equivocadas que alguns gestores tomam em relação às suas equipes, especificamente no que diz respeito à delegação de tarefa.

Para entender isso de forma prática, selecionei cinco frases – dentre as mais ouvidas no ambiente de trabalho – que expõem a real diferença entre delegar e “delargar”. Agora, compare-as com suas atitudes ou com as atitudes de seu líder e veja se, de alguma forma, você está vivenciando isso na empresa na qual você trabalha.

1. “Apenas faça isso”

Já soube de certas situações em que líderes repassam alguma atividade sem muitos detalhes e ao receberem questionamentos, a resposta é a seguinte: “Não temos tempo para discussão e detalhes, apenas faça isso”.

É claro que o tempo é sempre curto e precisamos estar atentos para otimizá-lo, mas repassar atividades sem a explicação dos detalhes e, principalmente, os objetivos delas, não é o melhor caminho para a obtenção de um bom resultado – muito pelo contrário. Esse erro normalmente vem atrelado ao fato de o líder não permanecer acessível para dúvidas e esclarecimentos, indo para o caminho de “delargar” ao invés de delegar.

2.“Você levou tempo demais”

Essa situação ocorre, geralmente, quando o prazo para a entrega do projeto já esgotou – ou está prestes a se esgotar – e o líder se reúne com seu liderado e diz: “Você levou tempo demais para executar essa tarefa”. O sentimento da pessoa que escuta essa frase é de frustração, afinal, talvez não tenha ficado claro qual era o prazo, o tempo necessário de execução da tarefa e, possivelmente, o liderado nunca participou de um follow up de rotina.

Lembrando que tanto o prazo quanto o follow up devem existir no decorrer do processo, pois, na ausência de follow up, por exemplo, a equipe acabará sem a atenção necessária para executar o projeto no prazo e com a qualidade esperada. Ou seja, de nada adianta o líder definir e divulgar o prazo se não acompanhar seus liderados para garantir o encaminhamento das tarefas.

3. “Por que você não avisou antes?”

Além da importância de se realizar follow up, como explicado no ponto anterior, enquanto um projeto está em execução é preciso trabalhar constantemente com a prática de feedback. Para realizar isso é preciso sair alguns instantes do foco da entrega técnica do projeto e analisar a forma como tudo está sendo encaminhado e produzido. Apenas assim é possível identificar as falhas no caminho. Esta é a melhor maneira de reverter possíveis erros enquanto ainda há tempo. É importante destacar que para o feedback ser completo ele deve ser feito por ambas as partes – do líder para o liderado e vice-versa. Portanto, se um dia você usou ou ouviu a frase “Por que você não avisou antes sobre esse problema?”, há uma grande chance de você fazer parte de mais um projeto “delargado”. Que tal fazer diferente? Comece apresentando prazos, realizando follow up e feedback constantemente.

4. “Era sua responsabilidade”

Por mais que seja falado que “líder não transfere responsabilidade, líder compartilha”, ainda é comum ouvirmos a seguinte frase: “era sua responsabilidade a entrega desse projeto”. Devido à complexidade de delegar tarefas, infelizmente, muitos gestores acabam confundindo algumas funções e atribuições da sua equipe e, erroneamente, “delargam” algumas responsabilidades indevidamente.

Geralmente, quando isso ocorre, o resultado obtido não é positivo e é possível notar uma busca constante por um culpado. Entende-se que, ao realizar um trabalho em equipe, o maior responsável pelos problemas não solucionados é o próprio líder. Portanto, para evitar chegar ao final do projeto com resultados não satisfatórios, é preciso saber que o líder delega a tarefa, e não a responsabilidade.

5. “Deixa que eu faço”

Para essa frase há outras duas que encaixam perfeitamente no mesmo problema ao delegar uma tarefa: “dá mais trabalho ensinar do que fazer” e “se quiser bem feito, faça você mesmo”. Os líderes centralizadores costumam utilizar muito essas frases e quando há uma tentativa fracassada de repassar uma tarefa, no meio do caminho acabam dizendo “não precisa mais fazer isso, deixa que faço”.

Esse tipo de atitude, além de não ajudar no desenvolvimento e crescimento da equipe, também impacta diretamente no custo do projeto que, ao ser transferido para outra pessoa no meio do caminho, pode ter falhas de comunicação, perda de prazo e qualidade.Lembre-se, um bom gestor deve saber delegar e não ser um executor de tarefas.

Como é um líder que delega?

Compreendendo as frases acima, fica mais fácil entender como agir para se tornar um bom líder. Afinal, as pessoas não deixam as empresas, é estatisticamente comprovado que a maioria (79%) acaba deixando seus gestores (leia mais aqui). Então, fique esperto e atente-se às cinco principais premissas para saber delegar:

  1. Vale a pena detalhar as tarefas e ensinar.
  2. Faça follow up e dê a atenção necessária.
  3. Reuniões de feedback devem ser constantes e para todos.
  4. Delegue as tarefas do projeto, mas saiba que a responsabilidade final é sua.
  5. Descentralize e confie na sua equipe.

E aí, você se identificou com algumas das frases acima? Deixe seu comentário, quero muito aprender com a sua experiência.

banner clique
The following two tabs change content below.
Especialista em gestão de marketing com mais de 10 anos de experiência. Formada na área de Comunicação e com MBA em Marketing, experiência em Startups e em projetos de marketing internacionais, envolvendo países como Estados Unidos, México e Portugal.