Programar o envio de e-mail marketing baseado no comportamento do usuário não é nenhum bicho de sete cabeças e muito menos algo que desvalorize o contato humanizado que uma marca deve ter com o seu público. Muito pelo contrário. A automação de e-mail marketing visa entregar no momento certo o que o usuário busca de uma maneira individualizada.

Planejar e operacionalizar a automação de e-mail marketing pode ser considerado uma tarefa sem grandes dificuldades, porém o que deve receber uma atenção especial é a escolha das ferramentas que possibilitarão esse tipo de ação. Para esse caso, a Egoi pode ser uma boa parceira e suprir essa necessidade de uma maneira simples e intuitiva.

Automatizar não quer dizer que a comunicação deve ser automática, mas sim o sistema de envio dos e-mails. Assim como em todos os outros pontos de contato, a mensagem e a forma que será transmitida devem ser de acordo com o contexto e necessidade de cada segmentação. Lembre-se de não tratar o seu público como apenas uma lista, afinal, dentro de um grupo existem diversas demandas diferentes que devem ser atendidas com as ofertas que mais lhes interessar.

Com uma boa ferramenta de automação de e-mail marketing é possível monitorar (tracking) o comportamento dos usuários, assim é fácil identificar quais foram as páginas que eles visitaram e oferecer o que eles estão buscando de uma maneira mais eficaz. Mas tenha cautela! Ninguém gosta de se sentir observado e a ideia é usar essas informações para construir um relacionamento mais relevante e direcionado.

Outra maneira de utilizar a automação de e-mail marketing é focar na conversão daqueles que chegaram perto, mas na última hora, abandonaram o carrinho.

No e-commerce, 75% dos visitantes abandonam o carrinho sem finalizar a compra e, por isso, pensar em uma estratégia para conversar com eles novamente é uma boa alternativa. Com a automação é possível programar o envio de um e-mail assim que o carrinho de compras for abandonado. Assim você pode oferecer outras vantagens para fazê-los voltar atrás e concluir a compra de vez.

Esse e-mail deve ser simpático e útil. Relembre de uma maneira sútil quais são os benefícios dos produtos/serviços que esse usuário estava prestes a adquirir. Um ponto importante é certificar-se de que esse comportamento não se deu devido a um erro técnico do site, mas de qualquer forma, disponibilize canais de suporte para que o seu público possa reportar erros sempre que necessário.

Uma compra realizada não quer dizer que o relacionamento deve ser interrompido. Isso mesmo! Não é porque o usuário já fechou negócio que você deve descartá-lo. Os e-mails de confirmação são abertos e lidos duas vezes mais que e-mails normais e, sabendo disso, além da confirmação, você também pode enviar outras ofertas que possam chamar a atenção desse comprador.

Uma estratégia de automação pode ser uma arma poderosa para o relacionamento com o seu público e, consequentemente, para o aumento das conversões. Mas para que esse trabalho funcione, é necessário excluir o pensamento de comunicação generalizada e, principalmente, robotizada. A tendência é contar cada vez mais com a tecnologia para estar mais próximo do seu público, porém é necessário relacionar-se de maneira mais humana para não jogar tudo por água abaixo. Para finalizar, lembre-se de que por trás de qualquer computador há sempre pessoas em busca de solucionar problemas e suprir necessidades. A sua marca não deve ser apenas a representação de algo inanimado, por isso, utilize ferramentas para facilitar processos e não para assumir a comunicação por completo.

post patrocinado

banner clique
The following two tabs change content below.