Entender detalhadamente sobre os seus produtos e serviços deveria ser o primeiro passo antes de montar um negócio, mas sabemos que nem sempre as coisas funcionam assim.  Quando as pessoas pensam em abrir uma loja virtual não é diferente. Iludidas pelo mito de que “ter uma loja virtual é sinônimo de lucro com baixo custo”, muitos empresários entram nesta área com questões básicas deixadas de lado.

Sem mais delongas, vamos direto ao assunto?

Antes de começar a sua operação, reflita nas seguintes questões sobre o produto ou serviço que você está oferecendo:

  • As pessoas se interessam pelos produtos que o site vende?
  • Por que as pessoas compram o que você oferece através da internet e não em outros canais?
  • O que você oferece é melhor do que a concorrência?
  • O trajeto/logística influenciará de maneira positiva ou negativa na forma em que o produto chegará nas mãos do seu cliente?
  • Quais dos produtos e serviços são os mais procurados e quais são os mais vendidos? E o inverso?
  • Qual a diferença de preço de seus produtos ou serviços em relação à concorrência: muito barato a ponto de gerar desconfiança ou muito caro a ponto de ninguém se dispor a pagar?

Fique atento à movimentação em seu estoque. Se você tem “bons produtos” parados, é melhor rever o perfil do seu e-consumidor e a real viabilidade de oferecê-los na loja virtual. Respondendo essas perguntas você terá dados qualificados em mãos para tomar decisões rápidas para solucionar algum problema.

A importância da embalagem

Um ponto chave para a comercialização de qualquer produto, seja através de uma loja virtual ou não, é a embalagem.  Ela será o primeiro contato físico o seu cliente e isso faz com que ela tenha o poder de passar uma boa ou má impressão da sua empresa.

De acordo com uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela Dotcom Distribution, cerca de 52% das pessoas pensariam em comprar novamente em uma loja virtual que entrega uma embalagem Premium com os seus produtos. Outro dado importante desta pesquisa é que 9 a cada 10 dos entrevistados disseram reutilizar caixas ou sacolas das marcas que compram e ainda 35% dos clientes revelaram já terem descoberto uma nova empresa após ver alguém utilizando embalagens dela.

Se isso era algo que até o momento passa despercebido no seu dia a dia, comece a se preocupar também com o pacote que será entregue, deixando  para trás aquela velha caixa de papelão marrom lisa. Transforme cada oportunidade em uma mídia para divulgação de sua marca. Para prestação de serviços não há diferença. A apresentação deverá ter muita atenção, seja nos detalhes de produção do conteúdo de uma vídeo-aula, na usabilidade do seu site ou app para  a contratação de um serviço: chamar um taxi pelo seu app é intuitivo ou barra na burocracia e no layout mal planejado? Qualquer outro ponto que esteja relacionado com a qualidade do daquilo que for entregue ao seu consumidor merece o máximo de esforço.

Olhar para tudo isso é muito importante, pois pode ser que seja o único ponto de contato físico com seu cliente. Invista em design, resistência, qualidade e no pós-venda, sem esquecer a sustentabilidade. A experiência do usuário vale ouro.

banner clique
The following two tabs change content below.

Douglas Martineli

Publicitário e Consultor de Marketing Digital a mais de 5 anos no mercado de comunicação. Especialista em "E-commerce para pequenas empresas" pela ComSchool, reconhecido pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) e também certificado pelo Google e Rock Content em temas co-relacionados. Atualmente é responsável pelo departamento de marketing e mídia online da Art Rock Camisetas.