“A maior recompensa pelo nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas  aquilo em que ele nos transforma”, John Ruskin.

Construir um bom relacionamento com os colaboradores da sua empresa é de suma importância para o desenvolvimento da organização.  Talvez um dos maiores desafios dos gestores, atualmente, seja criar vínculos com seus colaboradores, a fim de motivá-los, fazendo com que eles se identifiquem, de fato, com o local onde trabalham.

Reconhecer o funcionário, como primeiro cliente da empresa, é o primeiro passo para conseguir bons resultados.  Quando a equipe interna se encontra satisfeita e empolgada com o trabalho, isso tende a se refletir externamente.

Investir nas pessoas é a melhor forma de alcançar um objetivo, pois são justamente elas, que constituem a organização. O capital humano precisa ser valorizado, acima de tudo, pois é ele que irá produzir valor econômico nas empresas. De acordo com o economista norte-americano, Theodore W.Schutz, tal valor só é alcançado por meio da capacidade, conhecimento e competências atribuídas à personalidade humana.

O trabalho deve ser visto como uma ação humanizada, que sofre fortes influências internas de forma direta. Os líderes devem ter em mente que as pessoas possuem desejos, aspirações e objetivos individuais que direcionam seus comportamentos. Por isso, quando uma equipe se sente motivada, isso tende a se converter em satisfação, caso contrário, pode se transformar em frustração.

Se você for parar para pensar, a maioria das pessoas passam grande parte das suas vidas no ambiente organizacional. Nesse sentido, percebe-se que a atmosfera sócio-piscicológica exerce grande influência no comportamento dos colaboradores. Quando esse clima empresarial encontra-se em harmonia, isso tende a se reverter em produtividade.  Por isso, investir em processos de lideranças, treinamentos de capacitação, relações interpessoais e programas de aprendizagem contínua são de extrema importância para provocar a mudança dentro da sua organização.

A partir do momento que apostamos no capital humano como fator de transformação, conseguimos criar colaboradores mais comprometidos e consequentemente, passamos a agregar valor à “marca”. Quando uma organização funciona em sintonia, ela consegue transmitir essa sensação, o que acaba impactando na percepção do público externo.

Por isso, para que seu cliente final fique feliz e consiga enxergar qualidade na sua empresa, é necessário, antes de tudo, cuidar bem do seu cliente interno.

banner clique
The following two tabs change content below.

Raiza Halfeld

Mineira de Juiz de Fora, movida a desafios. Gosta de aprender coisas novas e trocar experiências, pois enxerga a educação como um processo contínuo. É graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UFJF, e atualmente cursa MBA em Marketing pela UNOPAR.