Também conhecido como brandsense, o marketing sensorial é uma área do marketing que envolve os 5 sentidos humanos com objetivo de aproximar o target de uma marca. Ou seja, o consumidor atual quer sentir, tocar, ouvir e experimentar e as marcas que não entenderem seu público e suas necessidades vão morrer, se já não estão morrendo.

Na era da internet, onde todo mundo sabe sobre tudo e onde a opinião do público é quase mandatória, aproximar-se do cliente de maneira sentimental é uma chave pro sucesso se feita de maneira correta.

De acordo com a neurociência, o ser humano possui uma determinada capacidade sensorial e essa capacidade faz com que estabeleçamos relações com tudo aquilo que se parece com um sonho, um desejo, uma fantasia ou satisfação. Quando uma marca proporciona tal sensação ao cliente, aquele indivíduo é impulsionado a consumir tal produto ou serviço para satisfazer a relação que seu cérebro criou. O principal objetivo é criar uma lembrança agradável, a famosa sensação de compra bem feita e satisfatória.

Mas então como encontrar a “sensação” ideal para ser explorada no meu negócio?

O primeiro passo é conhecer  bem o produto ou serviço que você está oferecendo. Se estamos falando de comida, o cheiro (olfato) e as cores ( visão) podem te ajudar a destacar o produto, certo? O segundo aspecto é possuir uma pesquisa fundamentada sobre as preferências do seu público. A pesquisa na área do marketing funciona como uma bússola que diz a empresa para onde ir. E não precisamos ir longe ou pagar milhares por uma pesquisa. Curtidas e comentários nas redes sociais podem ser bons indicadores.

Dentre os 5 sentidos estão o olfato, tato, paladar, audição e visão.

A visão já é muito explorada pelos meios de comunicação. A competição nas redes sociais então, chega a ser de vida ou morte. O que não quer dizer que a sua marca não vá usar a visão como meio de chegar ao cliente. Mas se quer mesmo inovar no quesito marketing sensorial, tente caminhar em outra direção.

A audição é o segundo sentido mais explorado pelas marcas. Sabe aquele jingle de campanha eleitoral que quase vota por você? Exatamente isso! O som tem a capacidade de se instalar em nós e pode ser explorado de diversas maneiras. Imagine agora uma lata de refrigerante sendo aberta? Ouviu? Em qual marca você pensou?  Ou melhor, sabe aquela música de natal acompanhada de algo tipo assim “ tandandandandan”.

Brandsense muito bem explorado!

O tato é muito usado no design de produto e é um dos sentidos mais curiosos de se explorar. O corpo humano por inteiro é tato, dos cabelos as pontas do dedo há recepção de sensações. Não só com as mãos! Aliás, imagine sua marca de tapetes fazendo uma experiência onde as pessoas pudessem descalçar e sentir o excelente material de que seus tapetes são feitos?

O cheiro ainda que pouco explorado (ou explorado na maioria das vezes apenas por marcas alimentícias e propriamente perfumarias) é uma excelente estratégia para marcas. Imagina uma loja de artigos para casa com uma essência própria e que você pode comprar e levar pra sua residência? A boa notícia é que já existe. Não ignore o olfato e nem imagine que é muito difícil trabalhar com esse sentido. Mesmo que leve tempo e horas de planejamento e paciência, pode ser uma saída para alavancar as suas vendas.

Ahaaaaa o paladar. Imaginei agora uma degustação no supermercado daquela marca maravilhosa de queijo minas. Sim! Funciona, mas não significa que você precisa fazer isso. A marca de roupas de luxo Armani lançou a própria linha de chocolate para ampliar o valor da marca. Além de também ampliar o mix de produtos, entra em um novo setor do mercado.

Mas não crie esse elo com seu consumidor apenas pela compra que ele vai efetuar, mas pelo relacionamento que a sua marca está criando com seu público.

Quando falamos em marketing sensorial falamos de sentimentos e o seu consumidor vai perceber se sua estratégia em fazer ele sentir algo for feita de maneira abusiva, afinal você está no subconsciente do seu cliente.

Como em qualquer estratégia, use o marketing de forma consciente e com um objetivo definido.

E você já pensou em como aplicar o marketing sensorial no seu negócio?

banner clique
The following two tabs change content below.

Sabrina Kelly

Mineira de Belo Horizonte, publicitária em formação, apaixonada por viagens e fotografia. É técnica em Sistemas da Informação pelo Colégio e Faculdade Cotemig e fez um intercâmbio em Jornalismo na Universidade de Coimbra, Portugal. Escreve para a Obvious Maganize, produz conteúdo para e-commerce e é criadora da Loja Virtual Feitio.