Qual o perfil dos seus funcionários? A resposta para esta pergunta deveria estar na ponta da língua de líderes e empresários de qualquer segmento. Porém, a maioria não sabe responder com exatidão. A atual preocupação em entender o consumidor final distanciou gestores de seus clientes internos. Saber quem compra os produtos e serviços da sua empresa é fundamental, mas conhecer seus funcionários é tão importante quanto.

Para traçar esse perfil e mantê-lo atualizado a sugestão é que, uma vez ao ano, seja realizada uma pesquisa. As perguntas desta pesquisa podem ser divididas em quatro aspectos: geodemográficos, socioeconômicos, psicográficos e comportamentais.

Provavelmente as respostas com relação aos aspectos geodemográficos já estão em seu banco de dados. São informações referentes à faixa etária, gênero, número de integrantes da família, em qual bairro moram. As questões socioeconômicas são relacionadas, por exemplo, à estágio da vida familiar, classe social, grau de instrução, religião e raça.

Estilo de vida, traços da personalidade, valores, gostos e preferências são informações pertinentes aos aspectos psicográficos. O quesito comportamental busca saber quais os benefícios considerados mais importantes, qual o grau de lealdade e o envolvimento emocional.

Na prática, essas respostas vão ajudar (e muito) na elaboração ou no ajuste de políticas de gestão de pessoas, tornando o ambiente de trabalho mais adequado ao público interno. Quer ver só? Se parte dos funcionários responder que é vegetariana, o cardápio do refeitório deve ser ajustado considerando este hábito alimentar; se a maioria disser que deseja realizar ou que pratica atividades físicas regularmente, a busca por parcerias com academias da região é uma solução interessante.

A pesquisa também pode mostrar que grande parte do público-interno tem menos de 30 anos e prefere receber informações de forma digital. A partir desta constatação a empresa passa a elaborar as comunicações internas considerando este tipo de mídia e para de investir em materiais impressos. Caso os funcionários relatem que estão com dificuldades financeiras, a organização pode entrar em contato com um consultor da área e oferecer um workshop sobre o tema.

As possibilidades de melhorias são inúmeras e, na maioria dos casos, percebendo o que os funcionários preferem e mais valorizam os gestores precisarão apenas realocar os investimentos. É imprescindível destinar tempo para conhecer seu público interno, pois lembre-se: clientes satisfeitos são resultado de funcionários felizes.

banner clique
The following two tabs change content below.

Andressa Larsen

Andressa Larsen é jornalista, especialista em Comunicação Estratégica e Negócios, cursa MBA em Gestão Empresarial. Em 11 anos de trabalho, atuou nas áreas de comunicação corporativa, e-learning e produção de conteúdo educacional. Adora desafios e é apaixonada pela vida, pelas pessoas, por endomarketing, música e chocolate!

Latest posts by Andressa Larsen (see all)