No dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água. Em alusão a essa data, aposto que sua timeline foi bombardeada com posts que não se cansam de fazer a linha clichê com aquelas mesmas dicas de sempre. Coisas do tipo “Valorize cada gota”, “Economize enquanto há tempo”, e coisas do tipo não faltaram, não é mesmo?

Ao mesmo tempo, a Colgate lançou uma campanha em parceria com a rede de hotéis Marriot, que chamou muita atenção para a escassez de água no mundo. A ação, na verdade, foi uma alerta para os hóspedes no momento que eles usavam a água para escovar os dentes.

Então, aquela mensagem “clichê”, que inúmeras empresas abordaram, que se resume em “Economize água”, foi trabalhada com palavras e ações que fugiram do óbvio. É o famoso “falando a mesma coisa, mas com palavras diferentes”.

Essa não é a primeira vez que a Colgate fala sobre economia de água. No ano passado, eles produziram um vídeo mostrando como a água que é desperdiçada enquanto se escova os dentes pode ser utilizada de várias maneiras.

Adriana Leite, vice-presidente de marketing da Colgate Palmolive Brasil, comentou o seguinte sobre a campanha. “Nós podemos não ser capazes de mudar o mundo em um dia, mas cada vez que fechamos a torneira para escovar os dentes, podemos economizar 15 litros de água, que é a mesma quantidade que algumas pessoas do mundo têm para consumir durante uma semana inteira. A campanha da Colgate para o Dia Mundial da Água chega para apoiar a ideia de que todo e qualquer esforço para a economia dos recursos hídricos deve ser colocado em prática”.

Sabe outra frase clichê muito utilizada? “Se beber, não dirija”. Em 2014, a Budweiser deu o mesmo recado mostrando a amizade entre um cachorro e um homem, através de uma história simples, envolvente e emocionante.

Essas ações promovem experiências novas e marcam a rotina e o pensamento do consumidor final. Sabemos que sair da zona de conforto é algo complicado, principalmente quando estamos presos a uma rotina fixa. No entanto, quando observamos os detalhes por uma perspectiva diferente, e estimulamos o lado direito do cérebro, que é responsável pela criatividade, conseguimos correr léguas do “mais do mesmo”. E isso é importantíssimo nos dias de hoje, quando o espaço é disputadíssimo e queremos chamar a atenção e ensinar algo.

banner clique
The following two tabs change content below.

Alison Marques

Viciado em compartilhar conhecimento. É Especialista em Linguagens e Mídias Digitais, jornalista, palestrante e social media.