Toda empresa quer ter sucesso na economia digital mas, um verdadeiro mindset digital é muito mais do que ter e/ou dispor de tecnologia.

Em 2013 a Gartner afirmou que “every company is a tech company”(“toda empresa é uma empresa de tecnologia”). Com essa simples frase, a gigante de pesquisa sugeriu que, em tempos atuais, a tecnologia atinge todos os setores da economia.

O fator tecnológico, sem dúvidas, representa um elemento essencial para qualquer  empresa seja em aspectos fundamentais – como a melhoria da prestação de produtos e serviços – ou simplesmente dando às organizações ferramentas para tomadas de decisões estratégicas.

O tech-mindset tem permeado até os mais variados formatos de indústrias e negócios, deixando claro que se torna parte crucial da organização.

A tecnologia não é mais vista como facilitador interno das práticas de negócios diárias. Agora, mais que isso, é o cerne da estratégia de negócios, dos quais, os dados podem ser usados por empresas para colher, armazenar e analisar informações relevantes para tomar afrente em uma vantagem competitiva sobre o mercado e concorrentes.

O crescimento

A introdução da computação em nuvem, ou mais especificamente o aumento do modelo de entrega Software-as-a-Service (SaaS) significa que quando se trata de processos internos – tudo da contabilidade, e-mail e mobilização de recursos por meio de monitoramento de mídia social – permitem aos gestores e tomadores de decisão a difícil escolha dentre a vasta variedade sobre quais aplicativos e ferramentas implantar.

A flexibilidade desse tipo de artefato significa que as organizações podem tomar decisões de aplicação em uma base mensal, migrando para um novo sistema com facilidade.

O poder de compra também mudou: tecnologia da informação já não é a única força responsável por conduzir a mudança tecnológica.

Na verdade, em muitas organizações já tem sido forçado uma posição reativa, com os departamentos que atuam independentes, tais como marketing ou finanças  buscando as aplicações que melhor atendem às suas necessidades individuais.

Os fatos

Uma coisa é reconhecer que as tecnologias digitais criam novas ameaças e ainda mais oportunidades. Outra coisa é ter certeza de que você tem a estratégia digital no lugar certo para lidar com as mais diversas variações ao longo do caminho. Os líderes de negócios de todo o mundo estão vendo como digital está mudando a expectativa dos clientes para canais de distribuição e modelos de produção. E essas mudanças estão acontecendo em uma escala sem precedentes, que institui um novo sentido de urgência.

Descobrimos que é um toque de clarim que já foi ouvido por muitos líderes empresariais. Uma pesquisa recente em todo o mundo descobriram que 39% dos executivos querem ser um líder digital na sua indústria e 59% esperam para se tornar um negócio digital nos próximos três anos. Mas essas aspirações não são necessariamente traduzidas em ações concretas!

Mais da metade dos líderes empresariais disseram que ainda não têm uma estratégia digital de nível empresarial para apoiar a sua estratégia e muitos sentem mal preparados para a transição para um negócio digital.

Claramente, há trabalho a fazer e, podemos afirmar que a maioria dos líderes empresariais não estão prontos para usar digital como vantagem de impulsionar suas organizações. E quando cito isso não falo só de competir numa abertura de mercado totalmente nova, mas também de formatar um carro-chefe com novo valor e capacidade de crescimento consistente.

O modelo de negócio digital é um tema estratégico e devastador com uma combinação de novas regras e diferentes conjuntos de habilidades fundamentais para determinar vantagem competitiva no mundo digital. As mega tendências e novas regras de negócio voltadas para o digital devem ser discutidas e estudadas a fundo antes de qualquer aplicação prática nas rotinas empresariais para que as empresas possam ter a capacidade de escolhas estratégicas corretas, atingindo seus objetivos.

É hora de parar de assumir que o digital é um complemento às estratégias e planejamentos atuais. Competir em um mundo moldado por tecnologias digitais requer uma abordagem fundamentalmente diferente à forma como as estratégias são desenvolvidas e executadas.

banner clique
The following two tabs change content below.

Marcella Gielfi

Entusiasta da gestão do conhecimento, CAPM e White Belt, atua com foco em gestão de equipes e projetos digitais, integrados e multi-plataformas, além de consultorias na área e curadoria de conteúdo.