Tarefas domésticas, testes rápidos na internet sobre relacionamentos e horário na manicure não são mais as grandes prioridades de algumas mulheres. Muitas decidiram colocar as ideias para ferver, e preparar um bom chá para acompanhar seus grandes sonhos. O empreendedorismo feminino, que parte de mulheres ou é constituído por elas (ou para elas), vem dando passos largos há alguns anos. Temos facilidade em notar empresas ‘cor de rosa’, que tem intuitos femininos, que usam linguagem direcionada à mulheres… Isso decorreu da necessidade delas em se destacarem diante um público altamente composto por homens. Antes, as mulheres ficavam no escanteio, separando as amarras e direcionando algumas funções, enquanto os homens tomavam frente dos negócios, fechavam parcerias e respondiam pelas responsabilidades.

Então, do que é composto o tal Empreendedorismo Feminino? É a frequente participação das mulheres no mercado de trabalho, realizando ações voltadas para a inserção de novos mercados, criação de pequenas e médias empresas, orquestração de franquias, prestação de serviços e muitos negócios digitais (que lidam com produtos ou serviços nas redes on-line).

Algumas se destacam pela criatividade, inovando seu oferecimento de serviço com vídeos lançados na rede, a fim de aclamar grande público para suas causas. Outras ganham visibilidade por serem destemidas e tratarem de assuntos geralmente ministrados por homens. E tem aquelas que realizam suas funções através do oferecimento de apoio, serviços, artigos ou até mesmo produtos voltados somente para o público feminino, gerando marketing viral e contribuindo para a economia de forma organizada.

Acredito que o que leva as mulheres a empreenderem, tomar partido e coragem de administrarem grandes negócios é a constante busca pela satisfação pessoal. Mulheres gostam de exercer funções que as deixem alegres, que as façam contribuir com algo que acreditam. E se, por presente da vida, elas trabalham em uma boa ideia, esse ideia se torna o motivo dessa satisfação. Claro, que a liberdade financeira é muito atraente, e esse também é um grande motivo, mas além desse, o poder de criar algo e destacar-se junto desse algo, é gratificante.

Podemos também nos atentar para as qualidades do Empreendedorismo Feminino: mulheres no comando investem mais em capacitação de colaboradores; agem de forma organizada e com prazos; tem intuição de sobra (hahaha) e lutam por suas causas com afinco. As mulheres não são melhores que os homens nos negócios (o contrário também é válido), mas abrilhantam o cenário empresarial, com qualidades que estão acostumadas a utilizar durante a vida, dando espaço para a sensibilidade e fidelização. 

banner clique
The following two tabs change content below.

Hayane Souza

Os capítulos da minha vida mudam rápido, assim como as tendências de comunicação. Publicitária apaixonada pelo efeito positivo que o marketing causa.