Este é um assunto um tanto polêmico entre jornalistas, criativos, publicitários, profissionais de marketing e apreciadores e produtores de um bom texto. Escrever é mesmo um dom, e já dizia Carlos Drummond a sua filha em uma das cartas que escrevia: “Escreva minha filha, escreva. Quando estiver entediada, nostálgica, desocupada, neutra, escreva. Escreva mesmo bobagens, palavras soltas. Experimente fazer versos, artigos, pensamentos soltos. Descreva, como exercício, o degrau da escada do seu edifício (saiu um verso sem querer). Escreva sempre, mesmo para não publicar. E principalmente para não publicar. Não tenha a preocupação de fazer obras primas; que de há muito já perdi, se é que um dia a tive. Mas só e simplesmente escrever, se exprimir, desenvolver um movimento interior que encontre em si próprio sua justificação…”.

Se Drummond disse, então escrevamos. Mas quando se trata de mercado de trabalho e profissão é preciso ir mais além e não há como falar de carreira sem falar de escolhas, vocação, dons e principalmente preparação.

Na maioria das vezes, tudo começa na infância com a paixão pelos livros e por escrever nos diários e papeis perdidos. Depois com a tecnologia: nos blogs gratuitos.

Você começa a criar na faculdade, em seguida consegue um estágio e percebe que todo redator precisa entender de design.

Aliás, você ouvirá muito por ai, que o redator perfeito é o 2 em 1: redator e diretor de arte. Verdade? Um bom redator que consegue enxergar uma peça “layoutada” harmonizando texto e imagens: bingo.

Você ganhou uma toalha bordada com seu nome pra enxugar o suor que vem pela frente.

Certa vez me disseram: A empresa precisa olhar pra você como um funcionário “indispensável”, ou seja, você faz um texto como ninguém e se você sair daquela empresa ela perderá muito com isso. Então minha primeira dica é: Prepare-se como ninguém.

Aqui entra minha divisão entre dons, vocação e preparação. Certa vez conheci um médico ginecologista famoso. E a fama vinha de um “dom” de quase sempre acertar o sexo da criança e a data de nascimento. Pra admiração de muitos, por trás do dom, que sem dúvida ele tinha, haviam muitos anos de estudo, preparação, experiência e residência médica. Alguém duvida?

Então vamos as dicas:

1. Leia muito sobre tudo. Redator tem que ler até obituário. Começar relembrando a gramática básica também é válido.

2. Viva muito, saiba sobre tudo: Seja mais curioso do que a maioria. O que me incentiva a escrever é viajar e ouvir músicas. Viaje o quanto puder.( Ir a padaria é uma viagem). Escute música turca, chinesa, árabe. Faça e invente receitas, brinque de decoração, decore seu quarto, apaixone-se por embalagens, desenhe, corte, borde. Descubra!

3. Praticar! Qualquer atleta que queira ser campeão pratica como louco. Dedica horas. Se seu esporte é escrever, saiba que dá trabalho. Numa mesma campanha (se você for um bom redator) não vai se contentar com um título apenas. Vai fazer vários, vai rabiscar todos os papéis a sua frente e até com a parede se acabar post-it. 90% transpiração, 10% inspiração.

Anda se preparando, escreve cada vez melhor, mas não sabe se é jornalista ou publicitário?

O jornalista normalmente gosta de crônicas, tem uma relação mais próxima com a realidade, em designar e contar fatos e trabalha muito com a opinião e a crítica. Pense em palavras como: pauta, jornais, digital, impresso, onde, quando, quem, como, realidade e acontecimentos.

Redator publicitário: Para tudo! Crie Crie Crie. Abuse da imaginação. Pense em palavras como: Briefing, orçamento, layout, designer, marketing digital, Spot para rádio, campanhas, limite de caracteres e marketing de conteúdo.

Mas não se restrinja. O mercado é cada vez mais polivalente e aberto. A dica é: transite entre as áreas, o mercado anda aberto a isso. Publicitários trabalham em jornais, jornalista em agências e até administrativos estão virando mídia.

No mais é tentar, fazer, errar e nada te impede de trabalhar como redator publicitário e ter o próprio blog de moda, maquiagem, viagens, crônicas. Redator também pode ser freela!

Inspire-se:

http://www.putasacada.com.br/

http://olharcriativo.net/inspiracoes/10-livros-que-todo-publicitario-deveria-ler

http://www.putasacada.com.br/podcast-002-referencias/

banner clique
The following two tabs change content below.

Sabrina Kelly

Mineira de Belo Horizonte, publicitária em formação, apaixonada por viagens e fotografia. É técnica em Sistemas da Informação pelo Colégio e Faculdade Cotemig e fez um intercâmbio em Jornalismo na Universidade de Coimbra, Portugal. Escreve para a Obvious Maganize, produz conteúdo para e-commerce e é criadora da Loja Virtual Feitio.