Não é de agora que ouvimos a respeito de profissionais 360 graus, ainda mais na comunicação, que hoje requer profissionais com múltiplas especialidades, que saiba divulgar releases, produzir marketing digital, gerenciar crises nos ambientes on e off, fazer comunicação interna e ainda organizar eventos.

É comum encontrarmos agências oferecendo vagas com diversas funções. Isso acaba sendo um reflexo do cenário que essas agências vivenciam, uma vez que de um tempo pra cá, para sobreviver no mercado, elas precisaram rever muitos conceitos, principalmente quando se fala em ousadia para fazer campanhas com mais conteúdo transitando entre o on e o off. Vale ressaltar que hoje as agências são responsáveis por boa parte dos empregos ofertados.

Desde quando iniciei no mercado da comunicação digital, percebi esse novo perfil de profissional sendo desenhado. Como tive a oportunidade de passar pelos veículos tradicionais, como rádio, TV, impresso e assessoria de imprensa, vi fragmentos de cada um no digital.

Vou explicar melhor. Na época que trabalhei em TV, eu tinha que produzir pautas, identificar o que era interessante para o público e então fazer as matérias, casando texto e imagens. Algo muito parecido com curadoria, não acha? No rádio, precisava ter uma atenção especial com o texto, porque ele precisava ser atraente, despertar a curiosidade e até mesmo aguçar os sentidos dos ouvintes. No impresso, as informações eram aprofundadas. Na assessoria, precisava produzir e vender pautas (elas tinham que ser sempre atrativas), saber o que estavam falando sobre meu cliente (monitoramento) e estar por dentro de tudo que se passava, que tivesse a ver com a realidade do cliente.

Hoje, vivencio tudo isso trabalhando como Social Media. Toda a produção que acontecia nos veículos tradicionais (OFF) preciso utilizar no ambiente online, além de outros pontos como Design e SEO, por exemplo. Preciso entender para planejar meu conteúdo de forma inteligente e com foco em resultado.

Mas devemos ter ciência de que isso não justifica uma vaga ofertada na qual o profissional vai exercer várias funções. O profissional 360 graus entende de todo o processo para que possa participar ativamente de cada etapa dos projetos juntamente com outros profissionais designados para cada função.

Diferente dos profissionais 90 graus, que só se preocupa com o trabalho deles e não fazem nada além do que é pedido, e do 180 graus, que sabem interagir, receber críticas e participar do processo, o 360 graus está sempre em busca da excelência. É inquieto, busca e aprende coisas novas. Faz-se como parte essencial de cada projeto.

Os profissionais 360 graus são essenciais em qualquer ramo, e as empresas precisam valorizá-los!

banner clique
The following two tabs change content below.

Alison Marques

Viciado em compartilhar conhecimento. É Especialista em Linguagens e Mídias Digitais, jornalista, palestrante e social media.