Ter um time engajado, que vista a camisa da empresa e que assuma responsabilidades com autonomia e segurança é o desejo de muitos gestores. Sabemos que uma empresa é feita de pessoas e que sem elas não é possível chegar a lugar algum. Mas para que bons frutos sejam colhidos e para que uma equipe entregue resultados cada vez mais surpreendentes é necessário ter atenção com um detalhe importante: o envolvimento com o propósito de trabalho.

Desejar a equipe dos sonhos, capacitada e habilitada para alcançar os mais incríveis resultados pode ser um pouco frustrante quando o comportamento esperado é um pouco diferente do resultado final.

Mas afinal, de quem é a culpa pelo baixo envolvimento da equipe? Dos profissionais desmotivados, do RH que não soube identificar o perfil correto dos candidatos, ou do gestor responsável pela equipe?

Falta de autonomia, de novos desafios, de transparência e de interesse pelo trabalho realizado pelo seu time compõem perfeitamente a fórmula do desinteresse. Até mesmo o profissional ideal para o cargo começará a perder o brilho nos olhos quando se der conta de que o seu trabalho não é devidamente reconhecido. Quando não há senso de propósito, não há trabalho que perdure.

Qual é o propósito da sua empresa? Sua equipe está realmente envolvida nisso? Não espere que cada membro do seu time descubra sozinho qual é o tamanho da sua ambição e busque alcançar esses objetivos por conta própria. Lembre-se: se você está à frente de uma equipe, você também faz parte dela.

Promover a sensação de pertencimento contribui para que o coletivo mire em um mesmo ponto de chegada e busque novas maneiras para entregar o resultado esperado, ou muitas vezes, superá-lo. O senso de pertencer a algo possui uma essência nobre e causa forte impacto, gerando resultados altamente positivos.

O ser humano necessita se sentir aceito, útil e valorizado e, por esse motivo, sempre busca se encontrar em diversos grupos no decorrer de sua vida. Quando levamos esse conceito para o âmbito organizacional, os efeitos são ainda mais significantes.

Passamos a maior parte do dia dentro de uma empresa com outras pessoas que, inicialmente, não fazem parte do nosso círculo de amizade, mas que possivelmente possuem algum tipo de interesse semelhante aos nossos. Todos os integrantes de uma organização estão lá para alcançar pelo menos um objetivo em comum: fazer parte do crescimento da empresa.

E como você está trabalhando o senso de pertencimento da sua equipe? Todos estão totalmente envolvidos com o propósito do trabalho?

A maior parte da motivação e do envolvimento do colaborador é responsabilidade do gestor. Digo a maior parte, pois é evidente que se o profissional não estiver disposto, possivelmente qualquer ação será enfraquecida.

Você pode ter uma equipe incrível, mas se não envolvê-la e não fazer com que cada membro sinta-se parte do projeto, infelizmente seu time pode estar com os dias contados.

Não ofereça seus melhores colaboradores para a concorrência. Mantenha quem pode fazer mais pelo seu negócio por perto e faça com que sintam que é possível ir além junto com você. Seus colaboradores são os seus melhores parceiros de trabalho, portanto aproxime-se e divida o seu propósito, certamente, com brilho nos olhos eles irão cada vez mais longe e contribuirão para que os seus negócios também!

banner clique
The following two tabs change content below.

Mariana Melissa

Gestora de pessoas e Coordenadora de projetos at Ideia de Marketing
Graduada em Marketing e Gestão de Recursos Humanos, é apaixonada pela arte da escrita e pelas relações pessoais. Já trabalhou com comunicação interna e endomarketing. Hoje é redatora e está a frente dos projetos internos do Ideia de Marketing atuando como gestora de pessoas e coordenadora de projetos. marianamelissa.s@gmail.com