Já faz algum tempo que parei de trabalhar com missão, visão e valores em meus clientes. Mais precisamente, desde 2012 quando tomei conhecimento do TED apresentado por Simon Sinek – Como Grandes Líderes Inspiram Ação – onde o mesmo nos estimula a iniciar nossos empreendimentos e comunicação com nosso propósito (why), depois compartilhar o como fazemos (how) e, por fim, o que resulta (what).

Eis que me encontro de férias, após longos oito anos de trabalho ininterrupto e breves momentos de descanso (não façam isso amiguinhos). Na viagem em direção ao litoral paulista, comecei a ler o livro A Única Coisa, de Gary Keller – que nos motiva a focar em uma única coisa e realizá-la da melhor maneira possível, só então passando para a próxima Única Coisa. Sendo assim, decidi que iria definir um objetivo por dia e cumpri-lo com maestria em minhas férias. O objetivo do dia 21/12 era de dar um jeito de chegar até o Praiamar Shopping, em Santos, e assistir Star Wars: O Despertar da Força. Tarefa essa realizada com sucesso.

Posterior ao filme, ao caminhar pelo shopping, me deparo com uma unidade da Starbucks. Empresa que já rendeu vários cases em minhas aulas, palestras e treinamentos. Como ainda não temos uma unidade lá em Curitiba, aproveitei a oportunidade. Eis que, quando estou aguardando meu café ficar pronto, me deparo com o conteúdo da imagem:

promessa

Quando li isso, imediatamente pensei: GENIAL!

Olhei ao redor, procurei uma plaquinha com a missão, visão e valores da Starbucks e não encontrei. No entanto, a promessa estava escancarada bem na frente do local onde os clientes retiram seus pedidos.

Não obstante, esse momento Eureka me fez refletir um bocado sobre como mudanças simples geram um forte impacto emocional no cliente.

Jogue no lixo sua missão, visão e valores!

Faça promessas e as cumpra!

Tenha coragem o suficiente para estabelecer uma garantia tão irresistível que faça o cliente ter total segurança em comprar com você. Não é difícil, não exige tanto dinheiro, exige criatividade e boa vontade.

O ser humano não gosta de tomar decisões, isso é cientificamente comprovado. Tire o peso da decisão das constas dele, puxe a responsabilidade pra si. Prometa algo e cumpra. E se por acaso não conseguir cumprir, dê uma garantia tão extraordinária, que alivie o peso da decisão dos ombros do cliente.

Com uma promessa clara e objetiva e com uma garantia palpável (acreditando no próprio produto/serviço) a empresa já está passando sua missão, visão e valores, de maneira realmente prática e aplicável. Se for pra gastar rios de dinheiro para uma consultoria definir uma nova missão, visão e valores, colocar isso numa plaquinha que nenhum colaborador vai ler e se comprometer, é melhor nem fazer.

Faça uma promessa e estabeleça uma garantia (punição para empresa caso não entregue o que prometeu). Faça com que todo mundo se comprometa com a realização dessa promessa. Permita que os clientes tenham a experiência de receber uma promessa e de ter ela satisfeita.

Estou aproveitando minhas férias para reformular meu portfólio de produtos e serviços. Após chegar em casa depois dessa experiência, peguei uma folha de papel em branco e escrevi em letras garrafais: Qual é a promessa que cada produto/serviço meu tem e qual a garantia darei se não entregar?

Aproveite o começo de 2016 para estabelecer a sua promessa e a sua garantia. Escancare isso para os clientes. Deixe que eles tenham a experiência de uma empresa prometer algo e conseguir cumprir de maneira extraordinária. E se não entregar, dê uma garantia tão impactante que transforme um impacto negativo em algo positivo. Nada menos do que isso interessa!

banner clique
The following two tabs change content below.

Julio Lussari

Consultor
MBA em Marketing e Gestão de Negócios, é consultor, ministra oficinas, dá aulas, é palestrante e blogueiro nas áreas de Inovação em Planejamento de Carreira, Empreendedorismo, Inovação em Modelos de Negócios e Marketing Estratégico.