2015 se foi e com ele levou as nossas oportunidades de atingir os objetivos propostos no começo do ano que passou. Como de costume – geralmente no fim do ano – traçamos nossas metas e objetivos para o novo ciclo que se inicia, definimos as etapas a serem seguidas em cada projeto traçado e nossa esperança de atingir todas as metas, realizar todos os desejos e crescer profissionalmente e/ou pessoalmente.

Porém na prática, muitas vezes, não é isso que acontece, as metas traçadas não são alcançadas, os projetos acabam antes do previsto, novos projetos se iniciam e com isso o planejamento feito pode ser totalmente reestruturado ou não executado. Vamos fazer uma reflexão juntos para entender o que foi programado e qual a posição atual desse projeto? Eu, por exemplo, me planejei para focar no crescimento de um pequeno negócio que inicie, porém com a dificuldade financeira – e a necessidade de pagar as contas – precisei buscar outras opções de renda e esse projeto não foi totalmente priorizado.

Por uma questão de necessidade financeira, o projeto não foi priorizado, mas se nos primeiros meses do ano eu me atentasse a isso poderia refazer meu planejamento sobre esse projeto e readequar a minha nova realidade. Levando em consideração que esse é apenas um exemplo de projeto não executado, precisamos criar soluções para que o mesmo não ocorra no planejamento de 2016. Para isso, convido você para utilizar junto comigo uma ferramenta bastante comum no ambiente profissional e que pode nos ajudar muito na execução e controle desse planejamento, vamos utilizar o ciclo PDCA (Plan/Do/Check/Act).

O ciclo PDCA nada mais é do que o planejamento (Plan) dos projetos que pretendemos desenvolver, a execução (Do) desses projetos, o controle (Check) do que foi feito e seu cronograma e a ação (Act) de refazer o planejamento quando necessário, modificar alguns pontos importantes que podem melhorar o resultado, continuar com o foco para atingir o objetivo e assim por diante até a finalização desse projeto e o início de um novo.

Trazendo para o meu exemplo real, caso eu tivesse seguido o ciclo PDCA, perceberia que a realidade era outra e precisar refazer meu planejamento, com isso iniciaria um novo ciclo, com um novo objetivo e novas tarefas atreladas a ele para alcançar o objetivo. O que quero ressaltar é que planejar e traçar objetivos para o novo ano é importantíssimo para o crescimento profissional, porém não podemos esquecer que o foco principal é bater as metas, gerar resultado e, sem um controle efetivo, não teremos sucessos.

Agora eu te pergunto, você atingiu suas metas que traçou para 2015? E quais são as metas para o novo ano?

banner clique
The following two tabs change content below.

Thiago Maia

Formado em Marketing, atua na área comercial há mais de 7 anos, atualmente no setor de Franchising. Apaixonado por comunicação e entusiasta de vendas. Pró-ativo, curioso e muito teimoso. Acredita no poder das marcas e acima de tudo no poder das pessoas.

Latest posts by Thiago Maia (see all)