Na última semana ocorreu em Córdoba-ARG, o ISA15 ou Interaction South America, um dos maiores eventos com foco em design, interação, usabilidade, tecnologia e inovação do mundo. Foram 4 dias, dois com keynotes e workshops, (com vários brasileiros palestrando) e outros dois dias com palestras com grandes nomes como Jesse James Garret, CCO da Adaptive Path, consultoria de UX e Design e considerado uma das 50 pessoas mais importantes da Web pela PC World, Cindy Chastain, VP de Customer Experience da MasterCard, Stephen P. Anderson, autor do livro Seductive Interaction Design.

Meus highlights estão logo abaixo.

Sua marca é uma emoção

Uma das frases mais profundas que ouvi e não foi apenas uma vez. Tanto na palestra da brasileira Amyris Fernandez quanto na do Stephen P., perpetuar uma marca através de sentimentos e emoções é algo incrível. Sabendo que a maioria das nossas decisões são tomadas em momentos inconscientes, ’tocar’ nosso cérebro emocional (reptiliano e o sistema límbico) é algo que pode transformar decisões e escolhas. Stephen terminou sua palestra com uma frase que precisei registrar:

“People will forget what you said;

People will forget what you did;

But they’ll never forget how you made them feel”

unnamed (3)

Você não é o único unicórnio

Equipe de uma pessoa só. Bem, muitos que estão lendo vão se sentir representados. Amanda Stockwell e Rachel Daniel, duas simpáticas gringas falaram de forma divertida sobre isso na área de UX (mas que com certeza se aplica a qualquer área). Apesar de algumas coisas serem óbvias, nem sempre temos tempo nem pra pensar nisso. Identificar suas fraquezas, procurar um time multidisciplinar e complementar, podem fazer você voar mais alto que o super homem que acha que pode ser tentando fazer tudo (e não fazendo nada).

O futuro do produto depende de trabalharmos juntos

Algumas palestras abordaram sobre o eterno dilema e discussões entre equipes, seja de analistas de negócios Vs. UX Designers ou mesmo entre equipes de produto. Dentre os principais pontos, na palestra “UXers are from Mars, but BAs are from Venus”, envolver equipes é um processo que tende a só trazer benefícios, seja simplificando e entendendo mais a fundo uma especificação ou encontrando melhores soluções em conjunto. Russ Unger (autor de uma serie de livros, como Design the Conversation e A Project Guide to UX Design) fez boas considerações sobre como as equipes precisam estar conectadas, entendendo seus limites e evoluindo constantemente, assim como ter tempo pra respirar e esquecer um pouco o trabalho pode ser totalmente bom para a evolução dos projetos.

“If you’re not enjoying something, its almost always because you’re doing it too fast” – Stay Curious

unnamed (2)

A palestra mais esperada do ISA foi a do JJG. E uma das dicas que ele deu do seus 15 anos de experiência, foi para nos manter curiosos sempre. Na era da informação, manter-se atualizado é mais uma daquelas coisas que são tão óbvias que acabam passando despercebida. Aprenda sempre.

 Conhecer culturas diferentes, gastronomia (#vaigordinho) e entender as dificuldades e peculiaridades de mercados ao redor do mundo, sempre é uma boa maneira de pensar fora da caixa. O próximo ISA será em Santiago-CHI. Nos vemos lá?

unnamed

banner clique
The following two tabs change content below.

Arthur Castro

Respira Mobile e inovação. Sempre conectado com algum iGadget, é exemplo vivo dessa geração "alguma letra". Além de escrever aqui e em outros blogs, é palestrante e passa os dias criando apps.