No dia primeiro de outubro comemora-se o dia do vendedor! Vender é uma das atividades mais antigas, tendo seu início com a troca de bens. Com o desenvolvimento industrial, o comércio também se desenvolveu e evoluiu muito no decorrer dos anos. Mas e a profissão vendedor, como podemos avaliá-la hoje?

É difícil, pelo menos eu não costumo ouvir que o objetivo profissional de alguém seja se tornar um excelente vendedor, um vendedor de alta performance. Percebo que não é uma profissão prestigiada, apesar de as pessoas desejarem um atendimento com excelência quando procuram determinado produto. E este configura um grande problema do setor, encontrar pessoas dispostas a se comprometer com a empresa, com as vendas e com o atendimento aos clientes. É grande a reclamação de empresários pela falta de bons vendedores no mercado. Qual será a explicação?

O primeiro ponto a destacar é que não há necessidade de formação para iniciar na profissão, a única solicitação da maioria das empresas é alguma experiência na área. Como não há necessidade de qualificação para ingressar no ramo, muitos jovens iniciam suas carreiras como vendedores. Iniciantes ou não a capacitação é sempre importante. Existem excelentes cursos que qualificam para a melhor execução do atendimento e negociação. Muitos são realizados somente se as empresas optam por investir nos seus colaboradores, porém nem todas concordam que o investimento é válido pela rotatividade, falta de visão, entre outros motivos. Desta forma muitos iniciantes aprendem na linha de fogo.

Os vendedores por sua vez, não precisam esperar a oportunidade vir das empresas, se capacitar faz parte do necessário na busca por valorização e melhores oportunidades no trabalho. No quesito retorno financeiro, é possível obter ganhos significativos com o desenvolvimento profissional e experiência. Como em qualquer profissão, a carreira precisa ser construída e aquela pessoa que se destaca consegue negociar salários melhores.

Vale ressaltar que muitos dos empresários que estão reclamando não se preocupam com o treinamento e valorização dos seus vendedores, como querem manter os mesmos motivados e trazendo resultados? E está longe de ser a falta de treinamento o pior problema, algumas empresas criam um ambiente tenso de trabalho, com pressão sobre as vendas, metas, meta de venda como requisito para o comissionamento, e assim como vão manter e atrair bons vendedores? Entra e sai funcionários e o problema é sempre eles…

Há ainda outro desafio para quem trabalha com vendas: os clientes! Tenho certeza que todo o vendedor concorda que toda a pessoa deveria trabalhar uma vez na vida no varejo para entender a complexidade de atender o público e melhorar as suas atitudes no momento da compra. Mas não há como fugir da diversidade de pessoas e comportamentos, é preciso ter um perfil comunicativo, gostar de se relacionar com pessoas, ser simpático e saber negociar.

Atualmente, os vendedores estão presentes em quase todos os setores e todos temos que ser um pouquinho vendedores em alguns momentos, então vamos lembrar de valorizar os bons vendedores que encontramos. Para as empresas a dica é capacitar e valorizar os bons vendedores, já que são artigos raros. Para os profissionais em venda, a dica é buscar melhorar sempre, este diferencial vai atrair as melhores oportunidades. O fim do ano está chegando, bora vender!

banner clique
The following two tabs change content below.

Caroline Trapp

Gerente de vendas
Publicitária e sócia-proprietária na AnimA Estratégias em Relacionamento. Estuda comunicação, marketing e comportamento de consumo, vê no relacionamento o diferencial de marcas e negócios!