Que você é uma marca nós já sabemos, o que você faz nas redes sociais e no seu ambiente de trabalho para manter a sua reputação é o que nós vamos buscar entender nesses cinco passos que vou apresentar agora. Reputação é uma palavra forte, ela é muito abordada em literatura específica, principalmente na área de marketing, gestão de marcas, brand equity. Mas como você é uma marca, sua reputação aqui está sendo vista nesse ponto, só que quase tudo o que você faz está dentro da sua identidade, logo, a sua marca está por aqui também.

Para elaborar uma estratégia de marketing ligada a sua marca pessoal, ao seu desempenho, ao seu conhecimento, suas habilidades e qualidades são necessárias inúmeras ações com o mesmo objetivo: tornar a sua imagem algo atrativo e interessante. Nesse ponto, tudo o que é possível fazer está na sua mão, as suas ferramentas de trabalho estão a sua disposição, prontas para serem usadas a seu favor. Mas cuidado! É muito mais fácil usar contra, por isso, cuide bem esses cinco passos na hora de criar uma estratégia de marketing pessoal:

Aumente suas habilidades – Seu conhecimento é a alma da sua marca. Você precisa estar ciente da sua capacidade, investir nela e continuar subindo as escadas. Cuide para não ser a mesma pessoa com as mesmas falas e o mesmo discurso repetitivo. Ao encontrar um conhecido, busque acrescentar algo de útil àquela conversa. Não deixe que sua rede pense que você está estagnado dentro das suas próprias ideias. Buscar mais conhecimento nunca é perder tempo; e só podemos evoluir aprendendo cada vez mais.

Tenha foco – saber diversas coisas é muito importante para o desenvolvimento pessoal. Não tenho dúvida que aprender a tocar bateria me ajudou a desenvolver a habilidade de exercer várias tarefas ao mesmo tempo. Jogar basquete na adolescência me fez perceber o quanto é importante ter uma estratégia quando não se tem a estatura adequada. Porém, cada habilidade serviu para um único objetivo. No momento certo, é preciso alinhar o seu conhecimento para o que você tem de melhor. Estar preparado para o mercado é poder resolver os problemas das pessoas. Para isso elas precisam saber no que você bom. Foque no que pretende fazer, use as habilidades e o conhecimento para isso, aprenda mais e mais. Tudo o que você divulga para as pessoas faz com que elas criem uma imagem mental de você, sua marca aparece quando elas têm uma necessidade. “No que ele é bom mesmo?”

Conheça as pessoas certas – Não é preciso parar de falar com pessoas que não vão te ajudar na sua carreira. Mas invista nas pessoas que vão. Todos temos amigos, eles sabem muito de você. Conhecer mais pessoas pode te levar de um ponto ao outro na sua carreira, e esperamos que o segundo ponto seja mais alto do que o primeiro. Pessoas certas poderão agregar valor a sua rede, essa conquista permite que as suas habilidades sejam percebidas por mais e mais pessoas. Sua rede de relacionamento se mantém forte se você alimentá-la. Esteja presente, seja uma pessoa importante nessa rede, seja responsável por apresentar pessoas também. A sua função no mundo é ajudar as pessoas a resolver um problema, então saiba resolver. Apresente os amigos às pessoas certas.

Não exagere – Ninguém gosta de um chato. Até a mãe do chato deixa de atender a campainha quando está cansada dele. Um chato é capaz de perder amizades, o emprego, a companhia e até o cachorro. Não seja exagerado quando está falando das suas coisas. Os amigos e, principalmente a sua rede de relacionamento, não têm a obrigação de ouvir que você fez trinta cursos nos últimos três meses, nem mesmo precisam saber que a sua nova empresa está com duas filiais a mais. Essas notícias podem ser faladas de outra forma, em outro momento e de uma maneira muito mais impactante do que uma conversa onde o único protagonista é você. Aproveite as oportunidades para falar, ofereça seu produto, mostre suas habilidades – mas no momento certo! Seja estrategista, não desperdice o seu conhecimento e o seu tempo vendendo coisas que as pessoas não querem comprar. Foque nas necessidades, dessa forma você vai ajudar a sua rede a te conhecer melhor, e de quebra não vai ter fama de chato.

Apareça! – A célebre frase “quem não é visto não é lembrado” foi incansavelmente falada pelo meu pai quando eu era cartunista e tinha vergonha de mostrar a cara. No primeiro concurso que eu participei estava com vontade de sumir, mas a confiança de que o que eu estava fazendo era algo importante me fez ter coragem para encarar. Não é preciso virar uma estrela do dia para a noite, a verdade deve prevalecer. Lembre-se: o chato é ignorado pelas pessoas. É preciso conquistar um espaço. Aparecer significa apresentar-se. Não deixe que as pessoas não saibam o que você faz, mostre sua marca. As pessoas podem te reconhecer pelo seu trabalho, isso é o que dez entre dez artistas querem. Mas nem todos são artistas, nem todos querem aparecer. Mostre o seu talento. Com habilidade e atitudes, resolva o problema das pessoas. Tenha uma marca pessoal e defina seus objetivos. Mostre as suas habilidades.

Não tenha dúvida que com esses cinco passos será possível desenvolver uma boa imagem pessoal. Suas habilidades serão percebidas, desde que você foque no que sabe fazer melhor. As pessoas certas poderão te ajudar a encontrar o caminho – se não se tornar um chato! – e te darão todas as chances de aparecer na melhor vitrine para os clientes: a indicação! Vá em frente, comece agora mesmo a criar a sua marca pessoal!

banner clique
The following two tabs change content below.

Jonatan Fortes

Consultor Empresarial
Consultor empresarial, Diretor de Marketing da Fonte de Talentos (RS). Mestrando em Desenvolvimento Regional, onde busca conhecimentos visando aplicar na geração de talentos. Acredita no poder da comunicação e atua na promoção e desenvolvimento de empresas e talentos para o crescimento coletivo.

Latest posts by Jonatan Fortes (see all)