Elevator Pitch – O que as crianças podem ensinar aos adultos?

Elevator Pitch – O que as crianças podem ensinar aos adultos?

Já dizia o velho guerreiro: “Quem não se comunica se trumbica.” A técnica do elevator-pitch sugere a transmissão de uma mensagem de forma rápida e clara. A fala não pode durar mais do que aquele tempinho, entre alguns andares, em um elevador… o que nos dá por volta de um minuto-ou até menos.

E quais são as chances de você ter de fazer ao menos um pitch na sua vida?

Bem, oito entre dez hackathons usam a “abordagem do elevador” como fase eliminatória e é cada vez mais recorrente vermos empresas incluindo a técnica em seus processos de seleção.

Mas nada de pânico! As crianças podem lhe ensinar a fazer um pitch de sucesso!
Dica: não deixe de assistir os vídeos!

TRANSMITA SUAS IDEIAS DE FORMA CLARA


As crianças sabem ser diretas e não curtem enrolação! Como você explicaria a sua proposta para uma criança de oito anos? Lembre-se que você não tem muito tempo para rodeios. Não se perca em teorias e citações. Vá direto ao assunto e seja verdadeiro!

TENHA MUITA IMAGINAÇÃO E GOSTE DE HISTÓRIAS


Não há quem resista a uma boa história. Contextualizar uma proposta com um toque de storytelling não costuma falhar, mantenha o interesse de sua audiência com um bom gancho.

NÃO FIQUE PARADO, MOVIMENTE-SE!


Já reparou que crianças conseguem bater palma, andar e ainda cantar ao mesmo tempo? Pois é! O ideal é que você consiga lidar com atividades simultâneas, como controlar seus slides, dar atenção à plateia e passar a sua mensagem. Pessoas muito paradas ou que apenas replicam slides, geralmente se perdem na questão tempo e entediam a plateia. Sendo assim, mexa-se – isso pode inclusive aliviar a tensão. Ganhe a atenção da plateia também com sua expressão corporal.

APROVEITE CADA MOMENTO DO SEU PITCH


Não há como empolgar sua plateia se você não curtir o seu momento. Mostre entusiasmo, deixe clara a sua motivação e os seus objetivos. Tire o sorriso do bolso e contagie o público com uma boa energia.

Seja dentro de um elevador, em um palco ou em uma entrevista de emprego, saber se comunicar será sempre importante. Ter conhecimento é essencial, mas pouco vale se não conseguir compartilhá-lo. E aí? Se você fosse fazer o seu elevator pitch me contando quem você é, como seria? Poste seu vídeo ou áudio nos comentários.

 

0

Giselle Santos

Formada em Marketing, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual. Atua como Coordenadora Acadêmica na Cultura Inglesa RJ/DF/GO/RS e é membro do Painel de Especialistas em Inovação do Horizon Report K12 2014. Geek assumida,curiosa por natureza e investigadora de tendências e tecnologias disruptivas. Acredita que para ser feliz é preciso hackear a vida e não se acomodar! Mãe e avó de cachorro e inventora aos finais de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *