Quando um cliente ou visitante entra no seu website, certamente está buscando algo relativo ao seu produto ou mais informações sobre ele. Por isso é essencial que suas ofertas estejam dispostas de forma fácil para ele.

E uma boa experiência de navegação é essencial nesse processo, afinal, se não encontrar de prontidão o que procura logo na home, ele certamente abandonará o seu site, aumentando lá nas suas métricas o indicador “abandono”.

Uma pesquisa realizada pelo E-commerce Brasil mostra que o principal motivo de abandono entre os 19 maiores sites de e-commerce gira em torno da melhoria da experiência do usuário.

Entre outros motivos como falta de produtos no estoque, má formatação, etc, muitos usuários abandonam o seu site por conta da má organização do mesmo. Acredito que todo bom site que venda produtos/serviços deve ter, no minimo, na aba superior:

Sobre, Produtos, Loja Online, Cadastro, Institucional , Blog, Quem Somos, Fale Conosco

Um site bem estruturado, organizado em listas e categorias é a chave certa para que o usuário encontre, de forma simples o que procura. Eu mesma já abandonei alguns websites porque vi muitos banners, muitos ads, muitas imagens em movimento, e quando não achei rapidamente o que procurava, fui realizar outra busca. Isso é natural, afinal, a leitura na internet é muito dinâmica, rápida, e prender a atenção do cliente não é tarefa das mais fáceis.

Lembrando que, por mais que hajam esforços em landing pages, design arrojado, imagens de produto, etc, se a navegação do seu site por entre as categorias de informações que o seu site oferece não estiver em ordem, seu cliente pula fora.

A arquitetura de informação ajuda muito nesse processo, visto que por trás de todo canal de vendas online, deve haver um planejamento. No sentido de ter uma estrutura, um padrão.

Você se lembra do meu último post, onde falei sobre Webwriting? Então, lá, eu falei um pouco sobre arquitetura da informação. Arquitetura da informação nada mais é do que a organização da informação em grupos, de maneira lógica, que possa ser entendido pelo maior número de pessoas possível.

É esse sistema que faz com o que o usuário saiba navegar no seu site de forma simples e inteligente. Basicamente, alguém que trabalha com arquitetura da informação “se põe” no lugar do usuário, com o intuito de proporcionar a melhor experiência de navegação para ele.

Essa experiência vale para quem tem dificuldades visuais, auditivas, etc. E para isso esse profissional pode se utilizar de diversos recursos, como vídeos, imagens, músicas, texto e design responsivo.

Existe um termo que se chama “encontrabilidade”, e o mesmo se aplica ao seu site. Imagine que o seu site, por mais simples que seja, seja um portal de notícias. Digamos que você esteja buscando um artigo sobre turismo e tecnologia, por exemplo. Você desceria o scroll, entre inúmeros artigos até encontrar o que procura, ou vai procurar um campo para digitar a palavra relacionada à sua busca? Eu escolheria a segunda opção, sem sombra de dúvida, e se não encontrasse, procuraria outro portal para achar algo que responda ao que eu procuro.

O tipo de experiência do usuário na internet, especificamente no seu site ou e-commerce é fundamental para que ele se sinta confortável em adquirir seus produtos/serviços. Ofereça uma experiência agradável à ele e avalie depois pelos indicadores de desempenho que você utiliza. Até a próxima!

banner clique
The following two tabs change content below.
Publicitária, trabalha com assessoria e gestão da imagem de marcas, produtos e pessoas em Tati Fanti - Gestão da Imagem. É também colunista nos portais MMA Premium e Bjj Girls Mag. Acredita no poder das pessoas e na arte da comunicação como ferramenta de transformação.