Dando continuidade à série de posts que descrevem o processo de criação de minha nova palestra (parte 1 e parte 2), falaremos agora sobre os aspectos para se tornar um bom líder.

Para cobrar de seus subordinados, o líder também precisa de desenvolvimento contínuo e lapidação constantemente de suas arestas. Sendo assim, trago agora alguns tópicos abordados em uma ferramenta de coaching chamada Roda da Performance:

Assertividade: A assertividade é a arte de defender a sua ideia sem recuar e sem agredir. Ser assertivo é ser pacífico sem ser passivo. Como líder, o quão assertivo você é?

• Proatividade: O bom líder, para exigir proatividade de seus liderados, precisa demonstrar diariamente esse aspecto em sua forma de pensar, falar e agir. Proatividade só pode ser cobrada se for praticada.

• Autoconfiança: O bom líder precisa confiar no próprio taco. Para gerar autoconfiança em si e na equipe, o líder deve ter um objetivo claro e definido, mentes que o auxiliem a transformar esse objetivo em realidade e acreditar que é possível.

• Competência: Não adianta simplesmente executar tarefas e atingir objetivos, deve-se fazer bem feito. Quando o líder executa seu trabalho com competência e instrui seus liderados, aos poucos a cultura organizacional começa a ser transformada.

• Comunicação: O bom líder se comunica com eficiência e com eficácia. Lembrando que comunicação também é o que o outro entende, não apenas o que você diz. Como líder, SEMPRE cheque se os liderados entenderam. Revise os tópicos abordados, pergunte se há alguma dúvida e fique à disposição para eventuais questões que apareçam no meio do processo.

• Organização: A organização de um departamento se reflete muito pela organização do próprio líder. Para exigir que os liderados sejam organizados, o líder precisa ser um grande exemplo nesse aspecto. Além disso, casa organizada, vida organizada. Mesa organizada, vida organizada. Departamento organizado, vida organizada. Uma coisa reflete diretamente na outra.

• Flexibilidade: Talvez esse seja um dos aspectos mais importantes. Como líder, você deve ser capaz de manter viva, na mente dos liderados, uma imagem clara do objetivo pelo qual todos estão trabalhando. No meio desse percurso, pedras surgirão e mudanças no escopo do projeto serão necessárias. Como líder, você deverá desenvolver a habilidade de ser flexível para tomar as melhores decisões.

• Pontualidade: Como pode um bom líder exigir pontualidade de seus liderados, se nem mesmo ele chegar no horário? Ser pontual, acima de tudo, é uma questão de respeito. Horários, prazos e agenda existem para ser cumpridos. Se você marcou determinado horário com alguém, chegue antes. Sempre se programe para chegar um pouco antes. NUNCA deixe o outro esperando. Além de falta de respeito, você faz com que a pessoa perca seu precioso tempo. Agir assim também demonstra desorganização. Caso você se atrase, não fique se justificando com um sorriso sem graça, apenas diga que sente muito pelo atraso e vá direto ao ponto.

• Agilidade: Liderar requer agilidade tanto na tomada de decisão, quanto na mudança do planejamento. Por parte dos liderados, a agilidade na entrega e execução é algo que pode contribuir muito na qualidade do resultado final do projeto.

• Criatividade: Costumo dizer que criatividade é igual um músculo: talvez você não saiba que tenha, mas, acredite, ela está lá. Sabendo disso, a criatividade pode ser exercitada e atingir níveis surpreendentes de expansão. Para ser um bom líder, você precisa exercitar esse músculo chamado criatividade todos os dias.

• Disciplina: Liderança requer muita disciplina para fazer o que deve ser feito, independente de gostar ou não. Um líder disciplinado contribui para que seus liderados se tornem pessoas disciplinadas também.

• Ansiedade: O mundo pode estar desabando, mas o líder tem que segurar a ansiedade e transparecer calma e controle para os liderados. Caso você esteja em uma posição de liderança e seja ansioso, talvez esse seja o momento de desenvolver meios para controlar esse aspecto.

• Solução de Problemas: O bom líder é aquele que ensina para seus liderados que nos momentos onde surjam problemas, os mesmos devem ser reportados com possíveis soluções. O tempo que o líder gastará pensando em como solucionar problemas, é o mesmo tempo que ele deixará de olhar para o objetivo final.

• Congruência: Esse aspecto nada mais é do que alinhamento entre o que se pensa, fala e faz. Um bom líder é uma pessoa congruente, pensa que vai dar certo, fala que vai dar certo e faz dar certo até dar certo.

• Entusiasmo: O objetivo não é contratar pessoas que vão trabalhar pelo dinheiro. O objetivo é contratar pessoas que acreditam no que você acredita. Quando o seu olho brilhar ao falar do objetivo final e você criar uma imagem na mente dos liderados, a ponto de fazer com que os olhos deles brilhem também, faça chuva ou sol, todos darão o seu melhor para ver aquilo se transformar em realidade.

• Relacionamento Interpessoal: Um bom líder deve desenvolver a habilidade de lidar com pessoas, motivá-las, inspirá-las, elogiá-las, cobrá-las, adverti-las e, se necessário, puni-las. Uma dica simples e eficiente nesse aspecto é: elogie em público e cobre em particular.

• Visão Estratégica: Todas as ações do líder para com seus liderados devem convergir para atingir o objetivo traçado. Esse, sem dúvida, é um dos grandes diferenciais de um bom líder.

• Visão Sistêmica: Além de ter uma visão estratégica, o bom líder possui uma visão sistêmica capaz de ver tudo o que está acontecendo ao seu redor. Não só na sua equipe, mas na empresa/projeto como um todo. Esse aspecto se trata de ver as partes e monitorar o todo.

Pegue um pedaço de papel e se dê uma nota de 0 a 10 para cada aspecto. Não seja duro de mais ou bonzinho demais, apenas seja sincero. Cada aspecto que você der nota 7 ou menos, pense em duas ações que pode colocar em prática para melhorar o resultado na próxima semana. Refaça o exercício nas próximas três semanas e monitore o progresso. Tão logo quanto entrar em ação, os resultados começarão aparecer. Compartilhe como foi se avaliar e fazer correções em sua própria forma de liderar.

banner clique
The following two tabs change content below.

Julio Lussari

Consultor
MBA em Marketing e Gestão de Negócios, é consultor, ministra oficinas, dá aulas, é palestrante e blogueiro nas áreas de Inovação em Planejamento de Carreira, Empreendedorismo, Inovação em Modelos de Negócios e Marketing Estratégico.