Como já diria a música: “Sonhar não custa nada…”. Se sonhar é de graça, realizar custa um pouco, custa paciência, dedicação e muita vontade de vencer.

Por que chegar aos 70 anos e pensar que poderia ter seguido outro caminho ou carreira? O que falta para você realizar seus sonhos? A resposta são metas a curto, médio e longo prazo, aliados a técnicas de coaching.

Coaching é o processo de desenvolvimento de competências. Competência é a capacidade de agir, de realizar ações em direção a um objetivo, metas e desejos. O processo de coaching foca em um processo de investigação, reflexão e descoberta pessoal de fraquezas e qualidades que proporciona o aumento da capacidade de responsabilizar-se pela sua performance profissional, com estrutura e foco. – Revista Administração em Diálogo

Sua função é lhe dar poder para que suas intenções se transformem em ações que, por sua vez, se traduzam em resultados, mais conhecido como Empowerment, dar poder para que o outro adquira competência, produza mudanças específicas em qualquer área da vida ou até, e principalmente, transforme a si mesmo.

A alma do coaching é a pergunta para chegar à resposta. O coach tem as perguntas. O coachee tem as respostas. O coach leva o coachee a pensar no problema. O que está errado? O que eu quero? É ajudar uma pessoa a alcançar o que deseja. Ele ajuda a descobrir e definir claramente as metas do coachee no sentido de ir em busca do desenvolvimento das competências para alcançar os resultados desejados.

E como definir nossas metas (curto, médio e longo prazo)? Aqui se encontram 7 passos para se chegar lá:

1) Expresse de forma positiva (O que você quer?) – Exemplo: Não quero perder dinheiro, então “perder dinheiro” preocupará seus pensamentos. A meta correta é “ quero ganhar dinheiro”.

2) Especifique sua meta – Trabalhe com base no quando, onde e com quem você os atingirá.

3) Decida como você obterá o feedback pela realização (Como você saberá que atingiu sua meta?) – Para a meta do processo, o feedback será o guia, mostrará se você está no caminho correto para atingir o destino final.

4) Disponibilize seus recursos (Que recursos você precisará para atingir a meta?) – Talvez você precise de certas habilidades para atingir suas metas, então é necessário saber exatamente do que precisa, do que você já tem e onde obter.

5) Seja proativo (Que atitudes tomará para atingir esta meta?) – Esse princípio se aplica à jornada, não ao destino final. Para atingir a sua meta, você deve agir, não uma outra pessoa.

6) Preste atenção nas consequências em um âmbito maior (O fim vale a pena? Ele conduz a uma maior felicidade?) – Não foque somente em você mesmo. Toda ação tem consequências no sistema mais amplo em que vivemos.

7) Determine um plano de ação (O que é importante para você?) – Isto é o que transforma um sonho em uma meta. A fim de agir, você precisa estar motivado. Esta é a razão pela qual as metas precisam ser estimulantes, realistas e vinculadas aos seus valores. É preciso ser desafiado ao máximo por uma meta e manter uma mente aberta de que ela é possível.

Se você quer algo, corra atrás, mas corra bem calçado e com os pés no chão. O planejamento é essência da realização de um sonho, pense nisso. Não podemos nos acomodar com aquilo que não nos agrada, Bob Dylan disse uma vez: “Um homem é um sucesso se pula da cama de manhã e vai dormir à noite e, nesse meio tempo, faz o que gosta”. Sempre há tempo de se reinventar e encontrar a felicidade, não desista dos seus sonhos. REALIZE!

banner clique
The following two tabs change content below.

Felipe Dias

Analista de Business intelligence at Agência GRITO.cc
Marketing em formação (2ª graduação), com um MBA em Gestão Empresarial saindo do forno e pensando no próximo. Trabalha como Analista de Business intelligence na agência GRITO.cc. Carioca da gema, apreciador do mate de galão, apaixonado pelo digital, fã de séries, esportes e um bom petisco.